Anadia/AL

17 de outubro de 2021

Anadia/AL, 17 de outubro de 2021

Horas antes de ser morto, casal fez postagens nas redes sociais trocando declarações de amor

Por Cleysson Carlos

Em 28 de julho de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
whatsapp-image-2021-07-27-at-19.32.52-730x1374

Anabel postou uma foto com o namorado horas antes de ser executada. — Foto: Redes sociais

Mateo Martínez Armoa, de 21 anos, e Anabel Centurion Mancuelo, de 22, foram executados enquanto comemoravam o aniversário da jovem, em um bar, na cidade paraguaia Pedro Juan Caballero.

Horas antes de serem executados, Mateo Martínez Armoa, de 21 anos, e Anabel Centurion Mancuelo, de 22, trocaram declarações de amor um para outro nas redes sociais (veja fotos abaixo). O casal paraguaio estava comemorando o aniversário da jovem em um bar, na cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, vizinha a Ponta Porã (MS), na segunda-feira (26).

Anabel postou uma foto com o namorado e escreveu a legenda em espanhol: “Meu amor ❤️” (em tradução do espanhol para o português).

Já Mateo, que nas redes sociais se apresentava como “Matheus Elefante”, declarou amor à namorada, que estava comemorando aniversário na segunda-feira (26). O jovem parabenizou Anabel e desejou “amor, carinho e muita alegria […] todos os dias da nossa vida”.

Mateo, que foi executado com pelo menos 36 tiros, de acordo com a polícia, declarou o amor por Anabel e disse:

“Que no final deste dia você sinta seu coração aconchegado e recheado de amor, carinho e muita alegria. […] Que Deus nos proteja e nos conceda muitos anos de vida. Eu te amo!”.

Entenda o caso
Mateo Martínez Armoa, de 21 anos, e Anabel Centurion Mancuelo, de 22, foram executados com mais de 35 tiros em uma choperia na cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, vizinha a Ponta Porã (MS), nesta segunda (26).

Segundo a polícia paraguaia, os pistoleiros deixaram um bilhete, escrito em espanhol, preso à cabeça do jovem: “Favor não roubar”, com assinatura de “Justiceiros da Fronteira”.

Ainda segundo a polícia, o casal teria ido ao bar para comemorar o aniversário de Anabel. A força de segurança paraguaia disse que o objetivo dos pistoleiros era matar Mateo, que foi atingido com pelo menos 36 tiros e morreu na hora.

A polícia segue investigando o caso e a possível participação de Mateo em delitos. O jovem tinha antecedentes criminais, de acordo com a guarnição. O serviço de segurança paraguaio não tem informação de que Anabel teria participação em crimes.

Outros crimes na fronteira
Em maio deste ano, um homem, não identificado, foi executado com tiros de fuzil. Imagens de câmeras de segurança que circularam na internet na época mostram a ação do pistoleiro. O vídeo foi editado e o G1 retirou parte da imagem em que mostra o momento do assassinato e também, para preservar a vítima.

Também em maio deste ano, três homens foram mortos a tiros e os suspeitos pelos assassinatos ainda colocaram cartazes de alerta sobre os corpos com as palavras “não roubem”. O crime aconteceu na cidade paraguaia de Yby Yaú, no departamento de Concepción, próximo a linha internacional de Pedro Juan Caballero, com Ponta Porã, no sul de Mato Grosso do Sul.

 

Fonte: Alagoas 24 horas

 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter