Anadia/AL

16 de setembro de 2021

Anadia/AL, 16 de setembro de 2021

Foragido há 3 anos, professor de dança suspeito de abusar de bailarinas é preso

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 7 de agosto de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
dpca

Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Goiânia — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Ele se refugiou na capital goiana após ser condenado.

Foragido há 3 anos, o professor de dança Ewerton Cesar Ferriol, conhecido como Tom Brasil, suspeito de abusar sexualmente de bailarinas no Mato Grosso do Sul (MS) foi preso em Goiânia, na quarta-feira (4).

O G1 não localizou a defesa do professor e coreógrafo para se manifestar. Segundo a Polícia Civil de Goiás, ele foi condenado em alguns processos nos quais foi investigado.

A Polícia Civil disse que cumpriu quatro mandados de prisão expedido pela Justiça do MS, em outubro de 2017. Ele se refugiou na capital goiana após ser condenado.

Ao todo, ele era investigado em 10 inquéritos policiais, abertos entre 2015 e 2017, que envolveram também meninas menores de idade, segundo a polícia.

O somatório das penas impostas nos quatros mandados de prisão que estavam em aberto supera nove anos de prisão, segundo a Polícia Civil.

Denúncias

Uma das jovens que afirma ter sido assediada por Tom Brasil deu detalhes de como ocorriam os supostos abusos e afirmou que às vezes envolviam mais de uma aluna ao mesmo tempo. A jovem tinha 16 anos quando disse que foi assediada pelo professor.

“A gente descia e já tinha outra menina esperando, e ele começava a beijar a menina e a gente ficava olhando. Aí ele empurrava a gente, tipo forçava a nossa cabeça para se beijar também”, disse a jovem. Quando questionada se Tom Brasil tinha relação sexual com várias meninas ao mesmo tempo, a jovem afirmou que sim.

Ewerton Cesar

Fonte: G1

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter