Anadia/AL

19 de setembro de 2021

Anadia/AL, 19 de setembro de 2021

Covid-19: Pariconha tem mais de 35% da população com o ciclo vacinal completo

Por GyanCarlo

Em 10 de agosto de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
vvvb

Gabriel Moreira/Secom Maceió | Vacinação contra a Covid-19 em Maceió | Lívia Tenório

Jacaré dos homens e Belém, vêm logo em seguida, com quase 30% de imunizados; Maragogi é o que menos vacinou

A vacinação contra a Covid-19 em Alagoas segue a todo vapor, e até o momento o estado conta com 17,65% da população totalmente imunizada, com 1ª e 2ª dose. Apenas um dos 102 municípios alagoanos apresenta cobertura vacinal acima de 35%. É o caso de Pariconha, com 35,86%. Outros dois se aproximam do percentual de 30% da população com o ciclo vacinal completo: Jacaré dos homens (29,58%) e Belém (28.94%). Os dados foram divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesau).

Os municípios de Maragogi, Novo Lino e Colônia Leopoldina são os que menos vacinaram com as duas doses. Em Maragogi, o percentual de imunizados é de 10,17%, com 3.358 vacinados. Já em Novo Lino e Colônia, os percentuais são de 10,49% e 10,73%, respectivamente.

Maceió encontra-se na 21ª posição entre os municípios que mais vacinaram a população com as duas doses, com 212.568 maceioenses completamente imunizados, o que corresponde a 20,73% do total. Arapiraca e Marechal Deodoro aparecem na lista com 16,6% e 13, 49%, respectivamente.

Desde o início da vacinação contra a Covid-19 em Alagoas, no mês de janeiro, o Ministério da Saúde já enviou mais de 2,7 milhões de doses ao estado. Desse total, pouco mais de dois milhões, 1.414.038 pessoas já foram imunizadas com a primeira dose e 591.453 com a segunda.

A CoronaVac foi o imunizante mais aplicado no estado, com 50% das doses, seguida pela Astrazeneca, com 40,4%.

Das doses aplicadas por faixa etária, mais de 100 mil pessoas entre 60 e 64 anos foram as mais imunizadas no estado. Na população geral, 399.646 foram vacinadas, seguido por profissionais da saúde, com 90.294, e pessoas com comorbidades, 54.207.

Fonte: Gazeta Web

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter