Anadia/AL

24 de setembro de 2021

Anadia/AL, 24 de setembro de 2021

Ex-prefeito de Luziânia será novamente investigado por crimes sexuais

Por GyanCarlo

Em 10 de agosto de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
vvvb

Reprodução

MPGO entrou com nova ação para investigar supostos crimes sexuais praticados por Cristóvão Tormin durante sua administração

A ação está relacionada a fatos que aconteceram entre os anos de 2012 e 2014. De acordo com o órgão, o ex-gestor se aproveitou do cargo que ocupava contra uma vítima que precisava de emprego. Ele teria marcado reuniões tarde da noite para cometer abusos sexuais.

“As condutas lascivas, indecorosas e não consentidas praticadas por ele, de acordo com o MPGO, aviltaram a Constituição da República, maculando não só a dignidade sexual da vítima, mas também a moralidade administrativa do cargo de chefe do Poder Executivo municipal”, diz o órgão.

Para o MPGO, as atitudes de Cristóvão Vaz Tormin ferem o Estado Democrático de Direito por violarem a dignidade da pessoa e os valores morais e éticos da sociedade, atingindo não apenas a vítima, mas também toda a coletividade.

Metrópoles não conseguiu contato com a defesa do ex-prefeito para comentar a ação. O espaço está aberto para manifestação.

Denúncias

Essa não é a primeira vez que Tormin enfrenta acusações de crimes sexuais. Em 2019, o MPGO recebeu uma série de denúncias de assédio sexual, constrangimento ilegal e de outros delitos contra a liberdade sexual, envolvendo mais de uma dezena de vítimas. Em razão das denúncias, 10 inquéritos civis, três procedimentos investigatórios criminais, três ações penais e três ações civis públicas foram ajuizadas.

Para o MPGO, os atos ímprobos contra a administração pública estão demonstrados em relação à vítima, principalmente em razão de que, em se tratando de violação à dignidade ou liberdade sexual, a palavra da vítima tem importância e deve ser considerada, se harmônica com os demais elementos de convicção, o que ocorre neste caso.

Fonte: Gazeta Web
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter