Anadia/AL

16 de setembro de 2021

Anadia/AL, 16 de setembro de 2021

Com Lula, Renan Filho e governadores do NE se reúnem para debater ‘crise institucional’

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 25 de agosto de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
rs=w_800,h_500,i_true,cg_true,ft_cover

Governadores do Nordeste e ex-presidente Lula / Foto: Cortesia ao CM

Para o governador, é hora de sair dos problemas ‘fantasiosos’ e focar nos problemas reais. “Essa é a agenda que precisa ser resgatada”.

Com governadores do Nordeste e o ex-presidente Lula, o governador Renan Filho esteve em Natal, na manhã desta quarta-feira (25), para lançar — com outros governadores –, um auxílio financeiro de R$ 500 para crianças e adolescentes que ficaram órfãos da pandemia. Após o lançamento, os governadores se reuniram com Lula para debater, de acordo com Renan, a crise institucional.

Segundo Renan, o Nordeste está unido e agindo numa direção que mostra que a região está preocupada com esses assuntos relacionados à pandemia. “É um lançamento que mostra que estamos olhando para um assunto humano”.

Sobre a conversa entre os governadores e o ex-presidente, Renan adiantou que eles iam falar sobre os últimos acontecimentos no país, incluindo a “crise institucional”. “Essa crise faz com que o Brasil balance. É hora de serenidade, diálogo e de discutir os problemas das pessoas”.

Para o governador, é hora de sair dos problemas ‘fantasiosos’ e focar nos problemas reais. “Essa é a agenda que precisa ser resgatada”.

Renan Filho disse que o Governo Federal não tem mais dinheiro para fazer investimentos e que as prioridades foram mudadas. “A ideia que passa é que o Governo trabalha pouco e está perdido”.

Com relação ao encontro com Lula, o governador reforçou que o ex-presidente está fazendo uma visita em algumas cidades do Nordeste e que por isso os governadores vão encontrá-lo. “É natural que ele venha conversar conosco e fale sobre suas impressões do Brasil ao longo dos últimos meses, sobretudo com a crise institucional. Essa crise deixa o Brasil sem discutir a verdadeira agenda para ficar num embate que parece não ter fim”.

Para o governador é bom “ouvir o presidente Lula” já que ele tem uma conexão boa com as pessoas, principalmente as mais carentes. “Até para que a gente possa clarear os pensamentos. Eu sou sempre a favor do diálogo, da conversa e da construção coletiva”.

7 de setembro

Sobre os últimos ‘movimentos’ relacionados ao dia 7 de setembro, Renan disse que é importante que todas as instituições atuem no limite constitucional.

“Ninguém pode exacerbar suas prerrogativas. Nenhuma corporação. Nem o Governo, nem o Congresso e nem o presidente. Discutir isso é importante para que a gente se antecipe a eventuais problemas que possam ocorrer”, concluiu.

Fonte: Cada Minuto

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter