Anadia/AL

20 de setembro de 2021

Anadia/AL, 20 de setembro de 2021

RMP: “Palmeiras está em patamar abaixo de Flamengo e Atlético-MG”

Por GyanCarlo

Em 30 de agosto de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
vvv

Reprodução

O Palmeiras não vencia há quatro rodadas pelo Brasileirão e quebrou esta série no sábado (28) ao superar o Athletico por 2 a 1 no Allianz Parque. O resultado joga pressão no líder Atlético-MG, já que a diferença para o Verdão é, agora, de três pontos – o Galo entra em campo neste domingo (29) contra o Red Bull Bragantino.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte – com os jornalistas Isabela Labate, Menon, Renato Maurício Prado e Rodolfo Rodrigues – a vitória alviverde não empolgou tanto os comentaristas. Eles apontaram alguns problemas no Palmeiras, que podem complicar a equipe na briga com Atlético-MG, Flamengo e Fortaleza pela liderança do Brasileirão.

“O Palmeiras, embora seja candidato não só ao título brasileiro, mas também da Libertadores, está em um patamar abaixo de Flamengo e Atlético-MG neste momento. Eles estão jogando um futebol mais eficiente. Até está à frente do Flamengo na tabela, mas com dois jogos a mais. Um dos problemas é o ataque. Flamengo e Atlético-MG tem ataques mais poderosos do que o do Palmeiras”, comparou Renato.

Para Menon, o triunfo sobre o Furacão pode ser crucial na intensa disputa pelo título do Brasileirão. “A vitória foi importantíssima. Ela rompeu uma série de três derrotas. Com três candidatos ao título, perder três jogos seguidos é uma vantagem enorme dada para eles. Essa vitória foi fundamental e mostrou a força do elenco. Foi uma retomada do Palmeiras. Vamos ver como será daqui para frente”, comentou.

Rodrigues destacou a qualidade do grupo de jogadores do Verdão. “O Palmeiras não é um time que empolga e consegue mostrar um grande futebol, mas tem um elenco sensacional. O Abel Ferreira colocou o Willian e o Gabriel Verón, dois atacantes que não estavam jogando e são muito bons. Com eles, o time teve uma qualidade melhor no ataque, fez por merecer a vitória e poderia ter decidido ainda no primeiro tempo”, avaliou.

Já Menon criticou a falta de variações táticas do time alviverde. “O Palmeiras me parece muito refém de contra-ataque e desse estilo de jogo. Nada contra. Dá para ganhar jogando assim, mas quando o outro time não permite os espaços ele se complica. Foi legal para o campeonato, porque o Palmeiras disse ‘ó Flamengo, você meteu quatro, mas eu estou aqui na parada'”, brincou, citando a goleada de 4 a 0 do Flamengo sobre o Santos na Vila Belmiro.

Rodrigues acha que o Palmeiras tem uma vantagem em relação aos seus principais oponentes, “Quando faz 1 a 0, o Palmeiras fica atrás esperando o adversário para sair no contra-ataque quando poderia sair para matar o jogo. Em relação a Flamengo e Atlético-MG, quando precisar usar um time alternativo, os reservas do Palmeiras são muito melhores. Em um campeonato como o Brasileirão, o time tem uma vantagem maior”, opinou.

Embora o estilo de jogo do Verdão não agrade a Renato, ele reconheceu a eficiência do time. “O ataque do Palmeiras está devendo há algum tempo. Quando o Breno Lopes é uma das esperanças, você sente que o nível está diferente. Foi uma vitória importantíssima para o Palmeiras se manter próximo do Atlético-MG. Não que Flamengo e Galo não tenham defeitos, mas eles fazem jogos mais empolgantes. No Brasileiro, era fundamental ganhar hoje [ontem] e fez o que tinha que fazer”, finalizou.

Fonte: Uol / Esporte

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter