Anadia/AL

23 de setembro de 2021

Anadia/AL, 23 de setembro de 2021

CRB vence o Confiança e chega a liderança da Série B: 2 a 1

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 1 de setembro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
WhatsApp_Image_2021-09-01_at_19.5.2e16d0ba.fill-1120x700

Francisco Cedrim

Por Guilherme Magalhães / Vitória leva o Galo aos 40 pontos e deixa o Dragão Sergipano ainda mais perto do rebaixamento

A abertura da 22ª rodada da Série B, nesta quarta (1), foi da melhor maneira possível para a torcida do CRB. O Regatas viajou para Aracaju, onde duelou com o Confiança, na Arena Batistão. Após uma partida amplamente movimentada, o time alagoano conseguiu mais uma vitória fora de casa, agora por 2 a 1. Júnior Brandão e Jajá fizeram os gols regatianos, enquanto Tiago Reis descantou para o Clube Proletário.

Os resultados levam o CRB para a liderança da segundona, com 40 pontos. No entanto, os alagoanos precisam secar o Coritiba, que joga ainda nesta quarta (1), às 21h30. Por sua vez, o Dragão amarga mais uma rodada na lanterna da competição. O clube estacionou nos 13 pontos e vê a saída do Z-4 ainda mais distante.

Jogadores regatianos comemoram segundo gol – Foto: Francisco Cedrim

As equipes terão um longo tempo de preparação até a 23ª rodada. Os dois clubes terão confrontos diretos em suas determinadas brigas. O Dragão joga primeiro, na próxima terça-feira (7), visitando o Brasil de Pelotas, atual penúltimo colocado. O Regatas terá um tempo maior de descanso, já que joga apenas no dia 11, recebendo o Goiás, outro clube que está dentro do G4.

1º Tempo

Com objetivos bem distintos na tabela, o jogo teve uma pequena polêmica no primeiro minuto de jogo. A bola pegou no braço de Nirley, mas o VAR não considerou penalidade. O Dragão, desesperado e na lanterna, chegou pelo alto aos 4 minutos. Nery Bareiro testou de cabeça, porém, mandou pra fora. O Galo começou mais retraído, explorando o contra-ataque. Brandão teve duas oportunidades de puxar um lance fatal, mas faltou capricho.

O capricho também fez falta nas estocadas ofensivas do Dragão. Mesmo com mais presença no campo de ataque, o time não conseguiu uma grande oportunidade nos primeiros 17 minutos. A chance mais perigosa foi do CRB, com Diego Torres. O camisa 10 teve a chance cobrar uma falta aos 18 minutos, bem próximo da área, mas isolou.

O lance, porém, parece ter acendido a chama regatiana. Em novo vacilo do Dragão, o time alagoano achou um belo contra-ataque aos 22 minutos. Diego Torres lançou para Júnior Brandão, que na terceira tentativa de atacar, não desperdiçou. Arriscou um belo chute da entrada da área e Michael aceitou: 1 a 0 para o Galo. A resposta veio aos 26, quando finalmente os sergipanos finalizaram no gol. Bocão pegou o rebote de fora da área e Diogo Silva segurou firme.

Diego Torres deu assistência no primeiro gol regatiano – Foto: Francisco Cedrim

O Confiança não parou por aí. Logo na sequência, aos 27 minutos, uma nova chegada assustou o Regatas. Bocão cruzou e Álvaro apareceu livre na área, contudo, o camisa 10 estava desequilibrado e mandou pra fora, beliscando a trave. Com 30, Nirley tentou de cabeça, entretanto também desperdiçou. A partida começou a ser facilmente controlada pelo clube regatiano, que seguiu controlando bem a parte defensiva após abrir o placar.

Os minutos finais da etapa inicial foram de muitas tentativas ofensivas do Confiança. Com 42, Diogo Silva afastou um cruzamento perigoso, na direção do gol. Até aos 46 minutos da primeira etapa, o Dragão tentou apertar de qualquer maneira, porém, faltou qualidade, deixando o placar em vantagem para os alagoanos no primeiro tempo.

2º tempo

Luizinho Lopes mudou no intervalo e teve um feedback positivo logo de cara. Robinho, que entrou no lugar de Hernane, finalizou com perigo com 1 minuto, fazendo Diogo Silva trabalhar. O camisa 21 apareceu de novo, aos 2 minutos, colocando a bola na área, todavia, Gum tirou o perigo.

A primeira chegada do Galo no segundo tempo foi com requintes de crueldade. Novo contra-ataque foi armado e Jajá lançado na esquerda. O atacante fez tudo sozinho, invadiu a área, cortou para o meio da pequena área e facilmente estufou as redes sergipanas para chegar ao 2 a 0, com 6 minutos do segundo tempo. Aos 11, Diego Torres desperdiçou a chance de abrir uma goleada. O meia apareceu livre, cortou o goleiro Michael, mas demorou e foi travado pela defesa.

Nome mais insinuante do Confiança no jogo, Robinho teve nova oportunidade aos 16, mas cabeceou pra fora. A resposta do CRB foi acima. Mais um contra-ataque se formou, Pablo Dyego invadiu a área pela direita e mandou um petardo que explodiu na trave de Michael. Robinho foi com fome, aos 18, dançou dentro da área e fez Diogo Silva trabalhar mais uma vez.

Confiança de Luidy não conseguiu buscar o empate – Foto: Lucas Almeida

A sequência da defesa, foi mais perfeita ainda para a torcida proletária. João Paulo cobrou na medida, para Tiago Reis, que tinha poucos segundos em campo, e diminuiu o placar com 18 minutos. No entanto, as emoções não pararam por aí. Brandão marcou o terceiro gol na saída de bola, mas foi anulado. O Dragão quase empatou, aos 21, com uma bomba do volante Madison, de longa distância e o arqueiro regatiano livrou o empate.

A troca de ataques, muito por conta da situação na tabela, foi evidente na etapa final. Allan Aal não abriu mão de jogar no contra-ataque, mesmo com a pressão sergipana. Luizinho Lopes apostou em jogadores ofensivos. João Paulo, lateral-esquerdo, experimentou uma de atacante aos 34, mas cabeceou pela linha de fundo. Wesley e Emerson Negueba responderam com dois chutes cruzados, porém, Michael se redimiu e espalmou nas duas vezes.

As chances de matar o jogo foram aparecendo para o Galo após o Confiança se atirar no ataque. Alisson Farias entrou na função de Jajá, mas na hora de finalizar, mandou longe do gol, aos 40 minutos. Leo Simão Holanda indicou mais seis minutos de acréscimos, único tempo restante para o Dragão buscar o empate. Porém, no fim, a única chance veio uma finalização mal feita de João Paulo, decretando de vez a vitória regatiana.

Ficha técnica

Confiança – Michael; Jonathan Bocão (Rafael Vila), Nirley, Nery Bareiro e João Paulo; Madison, Jhemerson e Álvaro (Ítalo); Luidy (Lucas Sampaio), Willians Santana (Tiago Reis) e Hernane Brocador (Robinho). Técnico: Luizinho Lopes

CRB – Diogo Silva; Reginaldo, Gum (Frazan), Caetano e Guilherme Romão; Marthã (Claudinei), Wesley e Diego Torres (Renan Bressan); Pablo Dyego, Jajá (Alisson Farias) e Júnior Brandão (Emerson Negueba). Técnico: Allan Aal

Cartões amarelos – Nery Bareiro (Confiança); Hernane Brocador (Confiança); Marthã (CRB); Serginho (Confiança); Jhemerson (Confiança)

Assistentes – Cleberson do Nascimento Leite (CBF-CE) e Renan Aguiar da Costa (CBF-CE)

VAR – Rafael Traci (FIFA)

Assistente do VAR – Anderson da Silveira Farias (CBF-RS)

Fonte: Gazeta Web

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter