Anadia/AL

20 de setembro de 2021

Anadia/AL, 20 de setembro de 2021

Brasil sofre, mas bate Chile e segue 100% nas Eliminatórias

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 3 de setembro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
2021-09-03t024243z_1874942177_hp1eh9307j447_rtrmadp_3_soccer-worldcup-chl-bra-report

Foto: Claudio Reyes / Reuters

Por Vinícius Faustini - Everton Ribeiro garante a vitória por 1 a 0 sobre o Chile nesta quinta-feira, em jogo acirrado no Monumental de Santiago

O Brasil passou por apuros e teve dificuldades para engrenar. Porém, saiu do Estádio Monumental de Santiago com a vitória por 1 a 0 sobre o Chile, nesta quinta-feira (2), em jogo acirrado pela nona rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo. Everton Ribeiro garantiu o sétimo triunfo consecutivo da equipe canarinha, que chega a 21 pontos em sete partidas. Já “La Roja” segue estacionada em seis pontos.

Os comandados de Tite voltam a campo neste domingo (9) para medirem forças com a Argentina, na Neo Química Arena, às 16h. No mesmo dia, “La Roja” duela com o Equador no Estádio Casa Blanca, às 18h (de Brasília). Ambas as partidas são válidas pela sexta rodada da competição.

Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações

Desorganização brasileira

A arrancada de Gabigol até a linha de fundo para tentar o cruzamento até Vinícius Júnior trouxe a impressão de que o Brasil acharia espaços com facilidade. Porém, a falta de organização tomou conta da equipe de Tite na etapa inicial.

Sacrificado por uma formação que deixava lacunas no lado direito, Lucas Paquetá demorava a fazer a transição entre o meio e o ataque. As investidas com Vinícius Júnior e Gabigol pelas pontas eram facilmente anuladas devido à forte marcação chilena.

Neymar demora a se encontrar

Sem ritmo, Neymar viu sua falta de inspiração acentuar a atuação fraca da Seleção Brasileira na etapa inicial. O camisa 10 tropeçava em erros primários e era envolvido com facilidade pela marcação de “La Roja”. Mesmo assim, as chances começaram a surgir de seus pés. Na primeira, ele recebeu de Paquetá e mandou rente à trave.

Na sobra de um escanteio chileno, Gabigol engatou contra-ataque de almanaque. Após limpar a marcação, o camisa 9 e abriu caminho e encontrou Neymar livre. Porém, o atacante concluiu mal e mandou a bola para a arquibancada.

Vidal dita ritmo do Chile

O Chile deu uma prévia de seu ímpeto quando Vargas arriscou de longe e assustou Weverton. No entanto, a equipe de Martín Lasarte começou a aproveitar os buracos deixados no meio de campo canarinho e rondou a área.

Vidal encheu o pé e Weverton espalmou. Na sobra, o goleiro defendeu à queima-roupa conclusão de cabeça de Vargas. Um cochilo no miolo de zaga rendeu um susto para a Seleção Brasileira. Após Vidal cruzar, Mena escorou e Morales finalizou para a rede. Porém, a arbitragem assinalou impedimento de Mena.

Salvando como pode…

A Seleção voltou do intervalo com as entradas de Gerson e Everton Ribeiro nos lugares de Bruno Guimarães e Vinícius Júnior, respectivamente. Contudo, os sustos continuaram a acontecer. Morales passou por Gerson e esticou a Aránguiz, que bateu rasteiro e viu Alex Sandro se esticar para salvar. “La Roja” buscava jogadas pelos meios com Isla e Mena e dava trabalho para a defesa brasileira.

Gol (muito) sofrido

Aos trancos e barrancos, o Brasil se lançava à frente. Gabigol lançou e Alex Sandro tentou o cruzamento, mas ninguém completou a jogada. Paquetá e Everton Ribeiro lutavam diante da marcação. Os ânimos ficaram mais quentes quando Vidal e Neymar discutiram.

Até que o Brasil encontrou o caminho da rede. Danilo desceu pela direita e serviu Everton Ribeiro. Da entrada da área, o camisa 11 esticou até Neymar, que concluiu para boa defesa de Bravo. Na sobra, Everton Ribeiro mandou para a rede e abriu o marcador.

Duelo acirrado

A Seleção desperdiçou chance de ampliar logo depois. Neymar cobrou falta e na sobra de uma dividida aérea, Marquinhos bateu rasteiro, permitindo defesa de Bravo. O Chile, porém, continuava encontrando espaço. Aránguiz obrigou Weverton a fazer defesa.

Aos poucos, os comandados de Tite foram arrefecendo os ânimos adversários e evitaram tentativas de Vargas e Aránguiz. As entradas, aos poucos, se tornaram mais ríspidas e houve novo atrito, com Neymar e Mena.

Na reta final, o Brasil teve a chance de ampliar em uma trapalhada de Bravo diante do camisa 10. Neymar, contudo, desperdiçou a oportunidade. Mesmo com oscilações, a Seleção manteve seu 100% de aproveitamento nas Eliminatórias.

FICHA TÉCNICA

CHILE 0x1 BRASIL

Data-Hora: 02-09-21 – 22h (de Brasília)

Estádio: Monumental de Santiago, em Santiago (CHI)

Árbitro: Diego Haro (PER)

Assistentes: Jonny Bossio (PER) e Jesus Sanchez (PER)

VAR: Victor Carrillo (PER)

Cartões amarelos: Morales, Pulgar, Maripán (CHI), Bruno Guimarães, Gerson, Marquinhos, Neymar (BRA)

Gol: Everton Ribeiro, 18/2T (0-1)

CHILE: Claudio Bravo; Maripán, Gary Medel e Paulo Díaz (Palacios, 23/2T); Isla, Vidal, Pulgar, Aránguiz (Valdés, 32/2T) e Mena; Ivan Morales (Jiménez, 37/2T) e Vargas. Técnico: Martín Lasarte

BRASIL: Weverton; Danilo, Éder Militão, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Bruno Guimarães (Gerson, intervalo) e Lucas Paquetá; Neymar, Vinícius Júnior (Everton Ribeiro, intervalo) e Gabigol (Matheus Cunha, 32/2T). Técnico: Tite

Fonte: Terra

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter