A pouco menos de três meses do pleito, Leila Pereira já estaria com ideias para o departamento de futebol, informa o colega Jorge Nicola. A primeira delas é promover João Paulo Sampaio, hoje coordenador das categorias de base do Verdão, para a função de executivo de futebol do clube do treino 2022-23-24. Outra novidade seria trazer o argentino Gustavo Grossi, braço direito de Marcelo Gallardo na prospecção de talentos no River Plate, para o cargo de diretor da pasta.

Barros estaria com os dias contados na pasta do futebol do Palmeiras (Foto: Cesar Greco)
Nos bastidores, já se fala que Anderson Barros, atual diretor de futebol, não vai permanecer após o mandato de Maurício Galiotte. Em entrevista à Rádio Capital, a própria Leila não quis bater o martelo precocemente sobre o futuro de Barros. “Sentarei com ele e analisaremos o trabalho, o rendimento, os custos e decidiremos o que for melhor para o Palmeiras”.
Nas redes sociais, Barros e Galiotte foram duramente criticadas por torcedores do Palmeiras após o clube “passar em branco” na última janela de transferências. É bem verdade que Piquerez e Jorge chegaram para a lacuna deixada por Matias Vina, porém o tão sonhado centroavante não desembarcou na Academia de Futebol. Oficialmente a direção declarou confiar em Deyverson e Luiz Adriano, mesmo que ambos estejam atravessando mau momento.
Grossi é responsável hoje pelas categorias de base do Inter (Foto: Ricardo Duarte / Internacional)

QUEM SÃO

Gustavo Grossi foi responsável pela montagem da base do time de Gallardo que conquistou duas Libertadores, foi tricampeão da Recopa Sul-Americana, tri da Copa Argentina e uma vez campeão da Supercopa Argentina. O dirigente foi o responsável pela reconstrução dos Millonarios após caírem para a segunda divisão na Argentina. Hoje está trabalhando na base do Internacional.

Por sua vez, João Paulo Sampaio faz um trabalho exemplar à frente das categorias de base do Palmeiras. Desde 2019, o clube promoveu a subida de vários jovens que hoje são protagonistas no time de Abel Ferreira. Casos de Danilo, Patrick de Paula, Renan, Gabriel Menino, Wesley e Gabriel Veron.

Fonte: Bola Vip