Anadia/AL

16 de setembro de 2021

Anadia/AL, 16 de setembro de 2021

Jogadores argentinos que falsificaram informações sanitárias deveriam ser “deportados”, diz presidente da Anvisa

Por GyanCarlo

Em 5 de setembro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
vv

Antonio Barra Torres (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Emiliano Martínez, Buendía, Cristian Romero e Giovani Lo Celso, quatro jogadores da seleção da Argentina, fizeram declarações sanitárias falsas no formulário ao entrar no Brasil. O confronto entre Brasil e Argentina, neste domingo, foi suspenso aos cinco minutos do primeiro tempo

Os quatro atletas argentinos que apresentaram informações falsas à Agência Nacional de Vigilância (Anvisa) deviam ser “deportados” do Brasil, defendeu o direitor-presidente da agência reguladora, Antonio Barra Torres. Emiliano Martínez, Buendía, Cristian Romero e Giovani Lo Celso, quatro jogadores da seleção da Argentina, fizeram declarações sanitárias falsas no formulário ao entrar no Brasil, disse a Anvisa, burlando as regras sanitárias contra a Covid-19. O confronto entre Brasil e Argentina, neste domingo (5), foi suspenso aos cinco minutos do primeiro tempo.”Esses quatro jogadores precisam ser deportados do Brasil”, disse em entrevista a Galvão Bueno, na TV Globo. Liberar o jogo seria “absurdo”, afirmou..

“A Anvisa considera a situação risco sanitário grave, e por isso orientou às autoridades em saúde locais a determinarem a imediata quarentena dos jogadores, que estão impedidos de participar de qualquer atividade e devem ser impedidos de permanecer em território brasileiro”, afirma o órgão em nota, informa o G1.

Fonte: Brasil 247

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter