Anadia/AL

27 de setembro de 2021

Anadia/AL, 27 de setembro de 2021

Renan Filho diz que há risco de ruptura institucional em atos no dia da Independência do Brasil

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 7 de setembro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
rs=w_800,h_500,i_true,cg_true,ft_cover

Foto: Márcio Ferreira

O presidente (Jair Bolsonaro) faz ameaças todos os dias.

O governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), o risco de uma ruptura institucional no país no feriado de 7 de setembro, provocada pelas manifestações pró Jair Bolsonaro (Sem partido) contra instituições como o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

De acordo com o governador, seria um equívoco acreditar que não existe qualquer risco nos atos de 7 de setembro. Ele acredita que um grupo de “umas 50 a 200 pessoas” entre no Supremo Tribunal Federal (STF).

“É óbvio que há risco. O presidente (Jair Bolsonaro) faz ameaças todos os dias. O ato de 7 de setembro parece ser um pouco mais do que já vimos até agora, com uma temática de desmoralização das eleições, ataque ao STF e a democracia. Não acredito que Bolsonaro goze de condições para dar golpe. Não tem apoio internacional e a popularidade está baixa. Mas o risco de uma tentativa é grande. Pode haver no dia 7 um grupo que entre no STF, umas 50 a 200 pessoas. Mas pode não ser bem sucedido. Não sinto nas Forças Armadas a disposição de comandar o país, não há um projeto nacional. Mas não significa que não há risco. Dizer que não há risco é subestimar muito”, disse o governador de Alagoas.

Em Maceió, os apoiadores irão se reunir da Praça Vera Arruda, na Jatiúca, e, a oposição se concentrará na Praça Sete Coqueiros, no bairro Pajuçara, ambos às 9h.

Fonte: Coluna do Labafero

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter