Anadia/AL

23 de setembro de 2021

Anadia/AL, 23 de setembro de 2021

PRF DIVULGA BALANÇO DA OPERAÇÃO INDEPENDÊNCIA 2021 EM ALAGOAS

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 8 de setembro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
whatsapp-image-2021-09-08-at-150618

Operação - Foto: PRF

A PRF fiscalizou 786 veículos e 1.029 pessoas. Foram realizados 202 testes de alcoolemia, com um total de 06 condutores autuados por ingerir bebida alcoólica.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou, às 23h59 desta terça-feira (07), a Operação Independência 2021. Tendo início no dia 03 de setembro, a operação teve como objetivo reduzir a gravidade de acidentes no trânsito e aumento da percepção de segurança nas rodovias federais.
Houve um reforço ostensivo nas fiscalizações, priorizando pontos e horários estratégicos onde há ocorrência de acidentes graves e criminalidade, conforme apontam as estatísticas do órgão. Em Alagoas, as equipes realizaram patrulhamento ostensivo principalmente em trechos das BRs 101, 104 e 316.

A PRF fiscalizou 786 veículos e 1.029 pessoas. Foram realizados 202 testes de alcoolemia, com um total de 06 condutores autuados por ingerir bebida alcoólica.

Em relação aos acidentes, caiu o número em 44% comparado ao ano passado, de 09 para 05, sendo 02 deles considerados graves. O número de acidentes graves é 50% mais baixo do que em 2020. Foram registradas 02 mortes no período e 05 pessoas ficaram feridas.

De acordo com dados oficiais, os policiais recolheram 28 veículos por apresentarem irregularidades e/ou comprometerem a segurança de seus usuários. As outras infrações mais observadas foram: o não uso do capacete, do cinto de segurança e ultrapassagens indevidas – com totais de 30, 24 e 37 flagrantes, respectivamente.

Já no combate à criminalidade, 05 veículos foram recuperados. Além disso, 07 pessoas foram detidas pelos crimes de: dirigir veículo sem habilitação causando perigo de dano, receptação de veículo, adulteração de sinal automotor de veículo, entregar direção de veículo automotor a pessoa não habilitada e uso de documento falso.

Fonte: Redação C/ Já é Noticias

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter