Anadia/AL

19 de setembro de 2021

Anadia/AL, 19 de setembro de 2021

Auditor que produziu ‘relatório paralelo’ é suspenso do TCU por 45 dias.

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 13 de setembro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
51384265746_6339a43786_b

FOTO: PEDRO FRANÇA/AGÊNCIA SENADO.

Relatório foi usado por Bolsonaro para afirmar falsamente que o TCU teria descoberto uma suposta subnotificação de mortes por Covid-19...

O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu suspender por 45 dias o auditor Alexandre Figueiredo Costa Silva Marques, que produziu um relatório paralelo usado pelo presidente Jair Bolsonaro para afirmar que o TCU teria descoberto uma suposta subnotificação de mortes por Covid-19 no Brasil. A informação é do portal Metrópoles.

Após a repercussão e a negativa do tribunal sobre o relatório, Bolsonaro admitiu ter atribuído falsamente o documento ao órgão, mas insistiu na veracidade do conteúdo. Em depoimento à CPI da Covid, o auditor disse, no entanto, que as informações contidas no arquivo se tratavam de ‘arrazoado de duas páginas não conclusivo’ produzido por ele sem caráter oficial.

A suspeita é de que  Bolsonaro e sua equipe tenham alterado o documento para parecer oficial assim que receberam via Whatsapp o arquivo editável de Ricardo Silva Marques, pai de Alexandre e colega do presidente no Exército.

Segundo a decisão que concluiu o processo de sindicância interna da Corte, o auditor ainda poderá entrar com recurso para tentar reduzir os dias de suspensão, mas a penalidade não poderá ser convertida em multa. Alexandre já havia sido afastado preventivamente do cargo por 60 dias em junho deste ano para ser investigado pela Polícia Federal.

Fonte: Carta Capital

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter