Anadia/AL

24 de setembro de 2021

Anadia/AL, 24 de setembro de 2021

Setembro Amarelo: Saúde de Anadia promove ações de orientação e prevenção na rede municipal de ensino

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 15 de setembro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
rs=w_800,h_500,i_true,cg_true,ft_cover (5)

Foto: Reprodução

Por Assessoria

Em uma parceria com a secretaria de Educação, a secretaria de Saúde do município de Anadia, promoveu entre os dias 8 e 14 de setembro, uma ação de orientação e prevenção ao suicídio na rede municipal de ensino. A campanha Setembro Amarelo, tem como principal objetivo, fortalecer o diálogo sobre a importância e o cuidado com a saúde mental e o suicídio. Desde 2015, a campanha busca criar conversas sobre o assunto, auxiliando as pessoas que mais necessitam. Durante o período de ações desenvolvidas pela pasta, os estudantes e profissionais das escolas: Nossa Senhora da Piedade, Padre Jackson Nascimento, José Medeiros e Imaculada Conceição, participaram de uma série de atividades, entre elas, palestras e dinâmicas. Ao fim, uma caixa, intitulada como, ‘caixinha do desabafo’ foi deixada em cada instituição de ensino, para que os alunos que se sentirem confortáveis, coloquem dentro dela um bilhete com sua angústia, sua necessidade ou sua dor, para que posteriormente, possam receber acompanhamento e ajuda especializada.

Facebook – PM-Anadia

“Com o retorno gradual das aulas presenciais, o cronograma de atividades em alusão a campanha Setembro Amarelo, também se estendeu para as escolas. O suicídio ainda é um tema cercado de tabus, medo e preconceitos, o que contribui para que as pessoas fiquem em silêncio quando estão em estado de sofrimento. Essa realidade precisa mudar, inclusive entre os nossos jovens que também tiveram suas vidas afetadas com a mudança de rotina durante a pandemia”, defendeu Sônia Mascarenhas, secretária de saúde.

Para a secretária de educação, Suzane Brandão, a parceria das pastas é fundamental para que assuntos tão necessários como esse, sejam debatidos e trabalhados dentro das escolas. “Trazer essa discussão para dentro das salas de aulas é mais que necessário, principalmente depois de um período tão difícil que afetou diretamente a vida de todos. Essas ações desenvolvidas pela saúde são uma forma de potencializar a valorização à vida, sensibilizar e mobilizar gestores, professores, alunos, e também, intensificar o diálogo sobre saúde mental com toda a nossa comunidade escolar”, destacou.

* Redação C/ Assessoria


Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter