(Veja abaixo galeria de fotos de Cristina Mortágua)

Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: DivulgaçãoFoto: Reprodução/Instagram
Foto: Divulgação1/16
Foto: Divulgação
Foto: Reprodução“Fui abusada, com sutileza, dentro de casa, poderia ter tido o fim da Eliza Samudio (ex do goleiro Bruno, que foi morta em 2010) pois um ‘peixe’ tomou as dores do genitor e me ameaçou de morte ainda barriguda, não é Sr. Pedro? Não acredito e tenho quase certeza que o pai da criança não daria um comando desse, ele, por incrível que pareça, tem bom coração, só não pode mexer no bolso dele”, afirma Cristina, na web, referindo-se a Edmundo.

“Quanta culpa eu carreguei tendo que educar um filho sozinha. Normal para muitas mulheres, mas para uma mulher que teve um filho de um ídolo do futebol que o rejeitou publicamente… E a mídia não teve a misericórdia de preservar uma grávida e uma criança na barriga. Não existe dor maior. Eu acordava e ia dormir para encher aquele menino de amor, pois eu não tive nenhum na infância”, continua ela, ao relembrar a própria história.

O desabado de Cristina ocorreu numa publicação em que ela parabeniza Anitta pelas conquistas em sua carreira. Porque, conforme a própria diz, a artista teve sucesso em superar preconceitos e críticas e seguir em frente.

“Também sou adepta da filosofia do foda-se, mas ultimamente tenho me calado e engolido mais (…). Olho você linda e vejo como fui idiota em me deixar levar pelos preconceitos dessa sociedade hipócrita”, concluiu.

Fonte: IG / Entretenimento