Anadia/AL

16 de outubro de 2021

Anadia/AL, 16 de outubro de 2021

Advogado que agrediu a esposa por ciúmes é preso e confessa: “perdi a cabeça”

Por GyanCarlo

Em 18 de setembro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
whatsapp-image-2021-09-15-at-18.50.02

O advogado criminalista é de São Miguel dos Campos / Foto: Reprodução

O agressor foi autuado por tentativa de feminicídio, crime cuja pena vai de 12 a 30 anos

O advogado criminalista de São Miguel dos Campos que agrediu sua esposa a facadas durante uma discussão na estrada, quando a vítima dirigia o automóvel deles, uma caminhote cabine dupla, foi preso no mesmo dia do crime, quarta-feira, dia 15 de setembro, no caso. O fato ocorreu na madrugada desse mesmo dia.

O casal estava chegando na cidade, transitando pela BR-101, com a vítima dirigindo o automóvel e o advogado no banco do carona. Em determinado momento houve uma discussão, então o advogado pegou uma faca e golpeou sua esposa no abdômen.

Na sequência, a vítima perdeu o controle do carro, vindo a descer uma ribanceira. Ainda dentro do veículo, o advogado continuou tentando esfaquear sua esposa, bem como desferindo-lhe mordidas, socos e tapas.

A vítima conseguiu fugir do agressor em direção à pista, onde pediu socorro e foi encaminhada ao hospital de São Miguel dos Campos. Com diversos ferimentos, ela foi submetida a uma cirurgia, mas segundo o boletim médico a mesma não corre risco de morte.

Já o agressor se evadiu do local e após diligências, policiais civis da 6ª DRP de São Miguel dos Campos, coordenados pelo delegado João Marcello, o encontraram próximo a uma praça da cidade, quando ele recebeu voz de prisão e foi levado para a Delegacia Regional de Polícia.

Em seu interrogatório, o advogado confessou que esfaqueou sua esposa e tentou matá-la motivado por ciúmes, mas que cometeu tal ato por ter perdido a cabeça.

O agressor foi autuado por tentativa de feminicídio, crime cuja pena vai de 12 a 30 anos.

Ele será encaminhado ao Sistema Prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

Fonte: Diário Arapiraca

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter