O narrador do Grupo Globo, logo após ser informado pelo repórter Raphael De Angeli sobre a anulação do gol, pediu “um milhão de desculpas” aos torcedores de Vasco e Cruzeiro.

– Luís Roberto, só para esclarecer, o jogo terminou em 1 a 1. O segundo gol do Vasco foi anulado. O árbitro marcou uma irregularidade, o lance seguiu e o Cruzeiro empatou a partida. Portanto, o resultado aqui em São Januário foi 1 a 1 – alertou Raphael De Angeli.

– Gente, por favor, é importante pedir um milhão de desculpas aos torcedores do Cruzeiro e Vasco. Por conta da pandemia, estou narrando do estúdio e, para mim, o gol valeu. Para nós do estúdio, o gol do Daniel Amorim havia sido validado. Então, estou pedindo desculpas em nome de todos nós, porque eu, realmente, não sabia que o gol havia sido anulado. Para nossa transmissão, o jogo estava 2 a 0 para o Vasco – lamentou Luís Roberto.

No lance em questão, Gabriel Pec, atacante vascaíno, carregou a bola com a mão, antes de tocar para Daniel Amorim, que superou Fábio e balançou as redes. O gol, porém, foi anulado pelo árbitro André Luiz de Freitas Castro enquanto os comentaristas Roger Flores e Paulo Nunes analisavam a jogada e votavam no melhor jogador da partida. A imagem da transmissão não captou a anulação do tento.

Aos 49 da segunda etapa, Rafael Sóbis cruzou, Felipe Augusto desviou e Ramon tocou para a rede. A transmissão do Grupo Globo até criticou a comemoração dos jogadores do Cruzeiro, já que o resultado não mudaria a pontuação das equipes.

Com a bola no meio de campo, o árbitro terminou a partida logo após os primeiro stoque. Luís Roberto e companhia foram avisados sobre a gafe em seguida pelo repórter Raphael De Angeli.

Fonte: Lance Net