Anadia/AL

17 de outubro de 2021

Anadia/AL, 17 de outubro de 2021

Suspeito de matar professor da UFAL será indiciado, afirma delegado

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 21 de setembro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
WhatsApp_Image_2021-09-17_at_11.0.2e16d0ba.fill-1120x700

Acervo pessoal

Por Lucas Carvalho

O suspeito de matar o professor da UFAL e ex-diretor do Museu Théo Brandão, José Acioli da Silva Filho, de 59 anos, será indiciado pela Polícia Civil (PC). Marciel, de 22 anos, foi preso na última sexta-feira (17), em posse do carro da vítima.

“Ainda temos 30 dias para concluir o inquérito, e outros depoimentos ainda estão sendo colhidos. Mesmo assim, sem dúvida, já podemos concluir pelo indiciamento do suspeito”, relatou o delegado.

O CASO

O suspeito planejava vender o carro da vítima, conforme informações repassadas pelo delegado Ronilson Medeiros, durante coletiva, nessa segunda-feira (20). Para a polícia, o crime foi premeditado.

Marciel, de 22 anos, que tinha um relacionamento com a vítima havia 15 dias, negociava o veículo desde o dia 10 de setembro, ou seja, sete dias antes do assassinato do professor. A vítima chegou a ser torturada antes de morrer. Ele teve lesões na cabeça e nas partes íntimas.

De acordo com a polícia, o relacionamento entre a vítima e o suspeito não era de conhecimento de amigos e parentes. No entanto, o professor estava providenciando um tratamento odontológico para o suspeito e repassou os dados dele para um dentista, o que possibilitou que a polícia chegasse até ele.

Amigos de Acioli contaram à Gazetaweb que tentaram contato telefônico com o professor, por diversas vezes, mas não tiveram resposta. Depois, eles receberam uma mensagem sua pelo WhatsApp, dizendo que ele tinha ido a Arapiraca, socorrer um amigo, e que seu telefone iria ficar sem conexão, mas ele avisaria quando retornasse.

O texto estava repleto de erros de português, o que levantou a suspeitas. Por causa disso, familiares de Acioli foram até sua casa e, pela janela, viram o corpo caído no quarto.

Fonte: Gazeta Web

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter