Anadia/AL

24 de outubro de 2021

Anadia/AL, 24 de outubro de 2021

Bolsonaro e comitiva estão assintomáticos e farão teste para Covid no fim de semana

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 22 de setembro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
cats

John Minchillo-Pool / Getty Images

Por Mayara Oliveira / Segundo o Planalto, todos ficarão em isolamento pelos próximos cinco dias. Ministro da Saúde testou positivo para a doença e está em NY

O secretário de Comunicação da Presidência, André Costa, informou nesta quarta-feira (22/9) que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e a comitiva que o acompanhou à 76ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) estão assintomáticos e serão submetidos, no fim de semana, a um teste RT-PCR para detectar se foram infectados pela Covid-19. Durante esse tempo, permanecerão em isolamento.

A declaração foi feita durante pronunciamento, no Palácio do Planalto, para falar sobre as recomendações adotadas pelo governo em razão do diagnóstico positivo do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para Covid-19. O ministro, que integrou a comitiva de aproximadamente 50 pessoas, está em isolamento nos Estados Unidos.
Segundo o secretário, Bolsonaro e a comitiva seguirão o Guia de Vigilância Epidemiológica da Covid-19, do Ministério da Saúde, que determina, para caso de indivíduos assintomáticos, coleta do exame no período mínimo de cinco dias após o último encontro com o caso suspeito ou confirmado da doença, o que, neste caso, deve ocorrer entre sábado (25/9) e domingo (26/9).

“A comitiva que acompanhou o presidente da República nessa visita à Organização das Nações Unidas também foi toda orientada a permanecer seguindo o Guia de Vigilância Epidemiológica, publicada desde abril deste ano. […] O presidente da República encontra-se no Palácio da Alvorada, assintomático. Totalmente assintomático e seguirá, então, essas orientações”, informou o secretário.

Segundo André Costa, no caso de resultados negativos, os integrantes serão acompanhados por um médico até o 14º dia após o último contato com o ministro Queiroga. “Permanecendo, então, assintomático, está descartado o caso de Covid”, disse.

Além do ministro da Saúde, um diplomata encarregado de organizar a viagem aos Estados Unidos também testou positivo para o novo coronavírus.

Depois dos diagnósticos positivos, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou que a comitiva que esteve em Nova York fizesse isolamento, incluindo o presidente Bolsonaro.

A recomendação fez com que o chefe do Executivo federal alterasse a única agenda prevista para esta quarta para o formato de videoconferência. Ele deve se reunir com o subchefe para Assuntos Jurídicos (SAJ) da Secretaria-Geral da Presidência da República, Pedro Cesar Sousa. Na agenda divulgada na noite anterior, o compromisso do compromisso estava apenas como “Brasília/DF”, mas foi alterado para ser realizada no Palácio da Alvorada.

Fonte: Metrópoles

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter