Anadia/AL

22 de outubro de 2021

Anadia/AL, 22 de outubro de 2021

Rio de Janeiro está descartado, e Emirados Árabes devem receber o Mundial de Clubes

Por GyanCarlo

Em 22 de setembro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
vv

Emirados Árabes receberam o torneio quatro vezes, a última em 2018, com título do Real Madrid — Foto: REUTERS/Suhaib Salem

Fifa deve organizar o torneio em janeiro ou fevereiro. Caso receba a competição, país asiático vai ser anfitrião pela quinta vez Por Martín Fernandez — Rio de Janeiro

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, fez uma live nesta terça-feira para anunciar o interesse da cidade em abrigar o torneio. Nos últimos dias, dirigentes do Flamengo também conversaram com dirigentes da CBF para demonstrar apoio à ideia.

Segundo o ge apurou, o plano foi apresentado à Fifa de maneira informal. O Brasil nunca chegou a submeter uma candidatura oficial – ao contrário do que fizeram África do Sul e Emirados Árabes Unidos, que já abrigaram o torneio em 2009, 2010, 2017 e 2018 e são apontados como favoritos por fontes ouvidas pela reportagem.

O Mundial de Clubes de 2021 deve ser o último no atual formato, adotado pela Fifa em 2005. A entidade planeja fazer um reformulação no torneio. A ideia era fazer já em 2021 um Mundial com 24 participantes, na China, mas o plano teve que ser adiado por causa da pandemia.

Esta edição do torneio estava prevista para acontecer em dezembro, no Japão. Mas o país que foi sede das últimas Olimpíadas informou à Fifa que não teria condições de organizar a competição por causa da pandemia.

O fato de a Fifa empurrar o Mundial para janeiro ou fevereiro gerou alívio na CBF, que não vai precisar alterar mais uma vez datas das finais da Copa do Brasil.

Veja a situação de cada uma das copas continentais que dão vaga ao Mundial para seus campeões:

Está em sua fase semifinal, com as partidas Flamengo x Barcelona-EQU e Palmeiras x Atlético-MG. A decisão é no dia 27 de novembro, no estádio Centenário, em Montevidéu.

Liga dos Campeões da África

Liga dos Campeões da Ásia

Está nas quartas de final. A decisão do torneio deve ser apenas no fim do ano.

  • Al Hilal (Arábia Saudita) x Persepolis (Irã)
  • Al Wahda (Emirados Árabes) x Al Nassr (Arábia Saudita)
  • Ulsan Hyundai (Coreia do Sul) x Nagoya Grampus (Japão)
  • Jeonbuk Hyundai (Coreia do Sul) x FC Pohang Steelers (Coreia do Sul)

Liga dos Campeões da Concacaf

A final será entre Monterrey e América-MEX, em jogo único, no dia 28 de outubro.

Em junho, a OFC (Confederação da Oceania) cancelou o torneio pelo segundo ano seguido devido à pandemia do novo coronavírus. A entidade indicou o Auckland City. Último campeão do continente, o Auckland não disputou o Mundial em fevereiro para preservar o isolamento social que era mantido na Nova Zelândia.

Campeão nacional do país sede

A Fifa ainda vai definir nova sede. Caso confirme que será nos Emirados Árabes, o Al Jazira, campeão da temporada 2020/21, será o representante. Se o Al Wahda ganhar a Liga dos Campeões da Ásia, o vice-campeão do torneio continental assume a vaga do campeão nacional. O regulamento do Mundial não permite que um país tenha mais de dois representantes.

Fonte: GE

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter