Anadia/AL

24 de outubro de 2021

Anadia/AL, 24 de outubro de 2021

Reitor da Ufal rebate vídeo com fake news e esclarece que material publicado nas redes foi descontextualizado

Por GyanCarlo

Em 24 de setembro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
vv

Agenda a

Imagens foram gravados durante o 1º Fórum Estadual de Prevenção e Posvenção do Suicídio, no dia 22 de setembro, no auditório do Senai, em Alagoas Rayssa Cavalcante

Legendado, o vídeo insinua que o reitor chamou os servidores da instituição de “covardes”, por terem aderido ao trabalho remoto durante a pandemia de Covid-19. No entanto, no início do vídeo, ele congratula e agradece aqueles que “pegaram no pesado durante a pandemia”, enaltecendo os trabalhadores que assumiram responsabilidades técnicas e foram ao enfrentamento do vírus.

Além disso, em outro momento, Josealdo Tonholo criticou aqueles “covardes que se esconderam debaixo dos lençóis”, sugerindo os casos de falta de posicionamento no combate à pandemia. No vídeo, o reitor também agradece os servidores da Ufal, que “cumpriram sua missão neste momento de crise”, pessoas que “não se acovardaram.”

Procurado pela reportagem, o gabinete do reitor da Ufal se pronunciou afirmando que “a gestão se posicionará no momento oportuno, mas sempre repudiou a disseminação de quaisquer notícias falsas, em qualquer nível, e que jamais nenhum reitor ou reitora na história da Universidade cometeria o absurdo de desqualificar os trabalhadores da instituição.”

Esta não é a primeira vez em que o reitor é vítima de fake news. Durante campanha para reitor, em 2019, diversos vídeos circularam nas redes sociais, tentando difamar o candidato à reitoria da instituição. À época, o caso foi denunciado ao Ministério Público Federal (MPF) e investigado pela Polícia Federal (PF).

Fonte: Gazeta Web

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter