Anadia/AL

27 de outubro de 2021

Anadia/AL, 27 de outubro de 2021

Pintura contemplada pelo prêmio Aldir Blanc é misteriosamente apagada das paredes da Fundação Cultural de Brusque

Por GyanCarlo

Em 28 de setembro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
VV

(Foto: Divulgação)

A obra fez parte de uma ação em que as paredes da Fundação Cultural de Brusque foram pintadas com arte urbana em fevereiro

Uma obra intitulada “Povo de Dentro”, feita por Douglas Leoni, foi misteriosamente apagada das paredes da Fundação Cultural de Brusque, em Santa Catarina. A obra fez parte de uma ação em que as paredes da Fundação Cultural de Brusque foram pintadas com arte urbana em fevereiro, de acordo com informação publicada pelo site Olhar do Vale.

O projeto Povo de Dentro nasceu em 2014 e, com a verba, foi feito em dez murais de Brusque em 2021.

A obra, contemplada com dinheiro público através do Prêmio Adir Blanc, foi apagada depois de uma postagem do ex-diretor do Procon e assessor jurídico da Havan, Fábio Roberto de Souza. Por meio da postagem, na sexta-feira (24) às 17h, ele criticou a obra a denominando como “farra do dinheiro público”.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter