Anadia/AL

26 de outubro de 2021

Anadia/AL, 26 de outubro de 2021

Com alta de 50% dos casos de dengue, maceioense relata drama com espera do diagnóstico confundido com Covid-19

Por GyanCarlo

Em 29 de setembro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
VV

Ações de combate a dengue / Foto: Carla Cleto

As unidades de saúde de primeiro atendimento nos bairros tem recebido a cada dia mais queixas de pacientes com dores no corpo e febre alta. Devido a pandemia da Covid-19, as primeiras suspeitas são direcionadas para a doença, mas com a realização de exames o diagnóstico mostra uma infecção pelo mosquito da dengue.

Segundo os dados, foram notificados 1.539 casos de dengue este ano, 1.395 deles já com diagnóstico confirmado para a doença. No ano passado, o mesmo período registrou a notificação de 761 casos da doença. Os bairros com maior incidência de dengue, destacam-se: Centro (657,89 casos /100mil hab), Mangabeiras (363,55 casos /100mil hab) e Ponta Grossa (302,60 casos /100mil hab).

Moradora do bairro de Mangabeiras, o publicitário Renatho França apresentou os primeiros sintomas da dengue há quase dois meses, com muitas dores no corpo e febre. “Fui para a emergência já no segundo dia dos sintomas e no primeiro momento desconfiaram que poderia ser Covid e fui levado para uma específica que atendia pacientes com a doença”, contou ele

Com essa suspeita de Covid-19, França recebeu algumas medicações para doença, incluindo um anticoagulante, até o resultado do teste de Covid-19 sair. “No outro dia quando o resultado deu negativo, foi que suspeitaram de Dengue, foi feito um novo exame, mas passei quatro dias internado esperando esse resultado e sentindo muita dor”, lembra o publicitário.

As febras sentidas pelo publicitário chegaram a quase 40 graus e ele precisou ficar quase seis dias internados, já que seus leucócitos estavam muito baixos por conta da Dengue.

“Antes do exame sair, uma médica que tinha no hospital fez o teste do laço, porque ela tinha trabalhado em um surto de Dengue que teve e recebi o diagnóstico. Somente depois foi que o exame comprovou a infecção”, contou ele.

Fonte: Cada Minuto

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter