Anadia/AL

24 de outubro de 2021

Anadia/AL, 24 de outubro de 2021

Avaí sai na frente, mas Ponte arranca empate na Ressacada pela Série B

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 6 de outubro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
783980059-615ce9701d074

Foto: Lance!

Tropeço em casa frustra planos do Leão de abrir vantagem para os adversários no G4; Macaca soma ponto importante na luta contra o rebaixamento / Futebol Latino

Embalado pelas últimas vitórias no Campeonato Brasileiro da Série B, o Avaí entrou em campo determinado a alcançar mais um triunfo na competição. Porém, as coisas não saíram conforme o desejado. Medindo forças com a Ponte Preta, pela 29ª rodada no estádio da Ressacada, o Leão até mostrou sua força abrindo a contagem com Copete, ainda na etapa inicial. Mas no segundo tempo, Léo Naldi tratou de empatar para os visitantes, fechando o placar 1 a 1.

Com o resultado, o time comandado por Claudinei Oliveira chegou aos 50 pontos diminuindo a distância para o líder Coritiba, que ainda não jogou na rodada, para 4 pontos. Já a equipe comandada por Gilson Kleina segue na 15ª colocação, porém agora com 34 pontos.

Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações
INÍCIO MAIS OFENSIVO DO AVAÍ

Fazendo valer o fator casa, a equipe do Avaí não queria saber de ser surpreendido pelo time da Ponte Preta. Entretanto, até os 15 minutos, apesar de ficar mais com a posse de bola e aparecer mais em seu campo de ataque, pouco conseguiu criar contra o goleiro Ygor, mantendo o placar sem alterações.

LEÃO ABRE A CONTAGEM

Voltando a pressionar mais, os comandados de Claudinei Oliveira seguiam na insistência de encontrar seu primeiro tento no jogo. E conseguiram. Aos 30 minutos, recebendo pelo lado direito do campo, Copete dominou a bola, ajeitou-se e mandou colocado sem chances para o camisa 1 do clube de Campinas.

Após o gol, os jogadores do Avaí, mais tranquilos em campo, recuaram um pouco até a reta final. Sendo assim, a Ponte tratou de ir pra cima na expectativa de arrancar um empate, porém praticamente não deu trabalho a Glédson, fazendo com que o árbitro mandasse os dois times para os vestiários.

MACACA COLOCA FOGO NO JOGO IGUALANDO O PLACAR

Na volta dos times para a etapa complementar, nenhum treinador optou por substituições. Entretanto, os visitantes não estavam dispostos a ficar com o prejuízo no marcador e, após ver Bruno Silva acertar a trave no lance anterior, devolveu na mesma moeda, porém conseguindo marcar com Léo Naldi, aos 4 minutos, de cabeça.

Crescendo na partida depois de marcar, Claudinei então optou por uma troca tripla logo de cara, colocando Jadson, Romulo e Valdívia em campo. Mesmo com gás novo em campo, o Avaí tentava encontrar espaços para finalizar, só conseguindo apenas dois arremates que saíram dos pés de Jean Cléber e Jadson, mas em ambos a bola acabou não tendo a direção desejada por ambos.
RETA FINAL EMOCIONANTE

Com o confronto encaminhando-se para seus últimos momentos, a torcida do Avaí viu Bruno Silva ser expulso após lance com André Luiz. Apesar da desvantagem numérica, o Leão, de forma valente, ainda conseguiu chegar com perigo ao seu campo de ataque, mas sem sucesso nas finalizações contra o goleiro Ygor.

Por outro lado, a Ponte não estava satisfeita em sair com um empate. Com isso, passou a apostar mais nos contra-ataques visando surpreender o rival, entretanto, assim com foi pelo lado dos mandantes, não obteve sucesso nas investidas dando a deixa para o árbitro encerrar o duelo na Ressacada com o placar de 1 a 1.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ 1×1 PONTE PRETA

Data e horário: 05/10/2021, às 19h (de Brasília)

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)

Árbitro: Dyorgines José Padovani de Andrade (CBF-ES)

Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (CBF-ES) e Vanderson Antônio Zanotti (CBF-ES)

VAR: Caio Max Augusto Vieira (CBF-RN)

Cartões Amarelos: Betão, 30’/2ºT; Wesley Soares, 49’/2ºT

Cartão Vermelho: Bruno Silva, 32’/2ºT

Gols: Copete, 30’/1ºT (1-0); Léo Naldi, 4’/2ºT (1-1)

AVAÍ: Glédson; Edilson, Betão, Fagner Alemão e Diego Renan (João Lucas, aos 27’/2ºT); Bruno Silva, Jean Cléber e Lourenço (Jadson, 13’/2ºT); Vinícius Leite (Valdívia, aos 13’/2ºT), Jonathan (Romulo, aos 13’/2ºT; Wesley Soares, aos 36’/2ºT)) e Copete.

(Técnico: Claudinei Oliveira)

PONTE PRETA: Ygor; Kevin, Ednei, Fábio Sanches e Rafael Santos; Marcos Júnior, Léo Naldi (Lucas Cândido, aos 29’/2ºT) e André Luiz (Camilo, aos 37’/2ºT); Richard (Iago, aos 24’/2ºT), João Veras (Josiel, aos 29’/2ºT) e Moisés.

(Técnico: Gilson Kleina).

Fonte: Terra

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter