Anadia/AL

27 de outubro de 2021

Anadia/AL, 27 de outubro de 2021

Após ter vida salva, ex-paciente escolhe HEA para fazer trabalho da faculdade

Por GyanCarlo

Em 8 de outubro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
VV

Foto: Assessoria

Bruna foi socorrida em estado grave para o HE do Agreste. Ela sofreu politraumatismo e lesões em alguns órgãos após ser atropelada em ponto de ônibus em 2018

Os olhos acima da máscara revelaram a felicidade. E foi assim, com emoção e aprendizado, que a estudante de fisioterapia Bruna Nicolly, de 19 anos, reencontrou, nesta sexta-feira (8), os profissionais da saúde do Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca, que salvaram sua vida há três anos, após ser internada em estado grave.

No dia 5 de setembro de 2018, a então estudante de eletroeletrônica do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), em Arapiraca, aguardava o ônibus para voltar para casa, quando o motorista de um carro teve um mal súbito, perdeu o controle do veículo e atingiu a estudante no ponto de ônibus.

Bruna foi socorrida em estado grave e acolhida no HE do Agreste. A estudante sofreu politraumatismo e lesões em alguns órgãos. O caso teve repercussão em todo o Estado. “O motorista passou mal e é como se tivesse desmaiado ao volante. Fui trazida para o hospital. Foram vários traumas, lesões. Mas, apesar das dores me senti em casa. Fui muito bem cuidada e fiz grandes amigos. Tudo isso me ajudou muito na recuperação”, disse Bruna.

Quando se recuperou, Bruna terminou o Curso no Ifal e ingressou na Faculdade de Fisioterapia na Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal). A oportunidade de retornar ao HE do Agreste, local onde teve a vida salva, surgiu graças a um trabalho da faculdade. “Escolhi vir pro hospital de emergência pela admiração que tenho pelos profissionais que me acolheram”, salientou.

Ela chegou ao HEA acompanhada pela colega de faculdade, Camila Neves e recebeu o convite para participar de uma capacitação ministrada pelo fisioterapeuta João Paulo Albuquerque, personagem do trabalho de faculdade de Bruna e Camila.

“A gente se sente honrado pela visita e pelo trabalho. E ainda mais feliz que tenha existido esta identificação entre o tratamento e a profissão que ela escolheu pra vida”, revelou João Paulo, que integra a equipe do Núcleo de Educação Permanente (NEP) do HE do Agreste.

“Adiantamos tudo o que podíamos da atividade de hoje da faculdade, para participar desta capacitação. Estou muito feliz com tudo isso. Espero um dia voltar aqui como profissional e ajudar a salvar vidas junto com tantos profissionais de qualidade”, afirmou Bruna.

Fonte: Diário Arapiraca

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter