Anadia/AL

21 de outubro de 2021

Anadia/AL, 21 de outubro de 2021

Tarcizo Freire diz que “não admite ser chamado de machista” e parlamentares defendem deputado

Por GyanCarlo

Em 13 de outubro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
VV

Deputado Tarcizo Freire / Foto: Vinicius Firmino/ALE

Em um discurso rápido usando a tribuna da Assembleia Legislativa de Alagoas, nesta quarta-feira (13), o deputado Tarcizo Freire comentou sobre o ocorrido na Câmara de Vereadores de Arapiraca e afirmou que não vai admitir que seja chamado de machista. Tarcizo foi apoiado pelo presidente da Assembleia, deputado Marcelo Victor e pelo deputado Antônio Albuquerque. Ambos reforçaram que “o machismo não cabe ao parlamentar”.

Tarcizo Freire iniciou contando que foi convidado para a sessão em Arapiraca com o objetivo de “defender os que estavam sendo perseguidos”.

Só que segundo ele, após a sessão, alguns vídeos foram espalhados nas redes sociais com as falas dele. “As pessoas que viram na íntegra mudaram de opinião. Os vídeos publicados foram editados”, comentou. Nos vídeos publicados, o deputado aparece ofendendo duas servidoras de Arapiraca.

O parlamentar enfatizou que essa situação está sendo usada contra ele para tirar proveito eleitoreiro e que ele trata bem as mulheres. O deputado também afirmou que não vai admitir que seja chamado de machista. “A mulher é um ser divino. Não vou admitir que me chame de machista. Não vi nenhuma nota de repúdio a favor das mães que estão passando fome, o foco foi tirado”.

Em aparte, o presidente da Assembleia defendeu Tarcizo e disse que a acusação de machismo não cola. “Faz parte da política, mas continue fazendo seu trabalho”, disse.

Também em defesa do deputado Tarcizo, Antônio Albuquerque falou que fica preocupado com os extremos. “Há de fato uma campanha que quer criar um ambiente inóspito entre homens e mulheres. Mas são iniciativas tão sem valor que não devemos perder nosso precioso tempo”.

Albuquerque falou que a mulher luta por igualdade de direito, e que ele apoia, mas que para ele, é “extraordinariamente inferior do que Deus já deu a ela, que é o presente de ser mãe”.

O parlamentar concluiu sua fala dizendo que essa “brecha de machismo” não cabia a Tarcizo Freire e que ele é um homem elegante e pai de família.

Fonte: Cada Minuto

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter