Anadia/AL

30 de novembro de 2021

Anadia/AL, 30 de novembro de 2021

VÍDEOS: Motoclista morre após ser atingido por condutor de veículo embriagado

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 16 de outubro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
c5dac36f8e23b9433dc2983cac4bfe60

Foto: Reprodução

Vítima do sexo masculino, de 34 anos, com trauma de crânio encefálico e fratura exposta no membro inferior direito, lesões em decorrência da colisão entre os veículos / Clariza Santos

O condutor de um corola branco, com sinais de embriaguez ao volante, causou uma grave colisão na madrugada deste sábado (16), na Avenida Amélia Rosa, no bairro da Jatiúca, em Maceió. Nesse acidente, o motociclista identificado como Cícero José da Silva, de 39 anos, foi arremessado e a moto chegou a pegar fogo. O corola ficou com a frente destruída e o condutor foi preso em flagrante. Cicero morreu a caminho do Hospital Geral do Estado (HGE).

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, ao chegar no local, as guarnições constataram a motocicleta ainda em chamas, que foram extintas pela guarnição do ABT-11. Cicero, de 39 anos, teve trauma de crânio encefálico e fratura exposta na perna direita, além de lesões em decorrência da colisão entre os veículos.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para fazer o atendimento pré-hospitalar, deixando a vítima em seguida sob os cuidados da equipe de suporte avançado. Porém, a caminho do HGE, a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu. A confirmação da morte foi registrada e divulgada no relatório do Centro Integrado  de Operações em Segurança Pública (Ciosp).

O condutor do corola, que não teve o nome divulgado, apresentava sinais de embriaguez. Testemunhas disseram que ele estava em alta velocidade na Avenida. Ele foi conduzido por uma viatura da Rocam até à Central de Flagrantes, no bairro do Farol, onde foi autuado por homicídio culposo. As informações foram divulgadas pelo Copom Maceió, no relatório de ocorrências. Com relação o nome do condutor, não foi divulgado devido à lei de abuso de autoridade.

* Redação C/ Gazeta Web

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter