Anadia/AL

5 de dezembro de 2021

RÁDIO ABN NEWS

Anadia/AL, 5 de dezembro de 2021

No Rei Pelé, CRB empata por 1 a 1 com o líder Coritiba e fica mais uma rodada fora do G-4

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 26 de outubro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
26-10-2021_CRB_X_Coritiba_AC_6995.2e16d0ba.fill-1120x700

Galo e Coxa fizeram confronto direto no topo da Série B / Ailton Cruz

Galo da Praia joga bem, mas novamente sofre com a bola aérea defensiva; clube estaciona em 5º, com 51 pontos Guilherme Magalhães, Shelton Melo e Raphael Alves

A noite desta terça (26) foi indigesta para a torcida do CRB no Rei Pelé. Em um confronto direto contra o líder Coritiba, o clube regatiano acabou ficando apenas no empate pelo placar de 1 a 1. A partida foi válida pela 32ª rodada da Série B e o resultado impediu o Galo de ingressar no G-4 da competição. Com gols na bola aérea, Gum marcou para o Regatas, enquanto Igor Paixão fez o do Coxa.

Com o resultado o CRB não pode entrar no G-4 da Série B. O clube estaciona nos 51 pontos, ainda no quinto lugar. Por sua vez, o Coxa tem que ficar ligado, pois chegou aos 58 pontos e pode perder sua liderança para o Botafogo, que encara o Goiás.

Empate manteve as posições da equipe na tabela de classificação – Foto: Ailton Cruz

O próximo compromisso regatiano será por outra competição: a Copa do Nordeste. O clube jogará no próximo sábado (3), às 15h30, contra o Moto Club. A partida acontece em São Luís, no Maranhão, com palco no Estádio Nhozinho Santos. Já o Coxa terá o resto da semana livre, pois só entra em campo no dia 3 de novembro. O clube encara um adversário local, o Operário, às 18h30, no Couto Pereira.

1º tempo

Com as equipes sonhando com o acesso, a partida foi cheia de tensão. O primeiro recado veio aos 2 minutos, nos pés de Jajá. Após falha de Natanael, o atacante roubou a bola, invadiu a área e finalizou colocado, beliscando a trave de Wilson. A tentativa de resposta do Coxa veio aos 7′. Natanael cruzou para Léo Gamalho, que não pegou bem de cabeça e mandou para fora. O Galo seguiu marcando em cima, dificultando a saída de bola paranaense, o que funcionou em pelo menos duas oportunidades.

Com 16 minutos, Natanael e Romão se encontraram em uma forte dividida na lateral. Quem se deu pior foi o lateral regatiano, que acabou sendo substituído pouco depois. A pequena parada para a saída de Romão esfriou a partida totalmente. Com muitos erros de ambos os lados, praticamente nenhuma chance foi criada até os 25 minutos. Igor Paixão fez boa jogada na direita, cruzou para Léo Gamalho, que isolou. O Regatas apareceu aos 27, com lance individual de Careca. O atacante mandou bem, até a hora de finalizar, que foi totalmente torto.

Com Jajá bem, Galo foi melhor que o Coxa no primeiro tempo – Foto: Ailton Cruz

Aos 30 minutos, Diego Torres apareceu tocando para Alexandre, porém, o lateral não assustou a defesa coxa-branca. Quem assustou mesmo foi Nicolas Careca, aos 36 minutos. O atacante recebeu dentro da área, tentou finalizar, contudo, a defesa coritiabana travou na hora correta. No minuto seguinte, aos 37, a melhor chance do primeiro tempo. Diego Torres cobrou um escanteio venenoso e Castán desviou para o próprio gol. A redonda pegou no travessão e na trave, além disso, no rebote, Pablo Dyego desperdiçou.

Os minutos finais foram de pura pressão regatiana. Apesar da defesa bem postada do Verdão, o clube sofreu para levar o 0 a 0 para o intervalo. Leandro Pedro Vuaden indicou mais três minutos de acréscimos, onde o Coritiba se resguardou e tentou permanecer com a posse de bola. A medida funcionou, já que pouco o CRB assustou no final da primeira etapa, que foi encerrada aos 48, com o 0 a 0 persistindo.

2º tempo

A etapa final começou diferente, primeiro pela chuva que encharcou o gramado, depois, pela rede ter finalmente balançado. Em cobrança de escanteio de Diego Torres, aos 4 minutos, Gum apareceu na marca do pênalti, e cabeceou no canto direito de Wilson: 1 a 0 para o Regatas, placar que o colocava parcialmente no G-4.

Gum, de cabeça, abriu o placar da partida – Foto: Ailton Cruz

Entretanto, pouquíssimo tempo depois, a torcida regatiana sofreu com um balde de água fria. Com 9 minutos, a maior deficiência voltou a dar as caras. Rafinha cruzou do lado direito e encontrou o pequenino Igor Paixão, que desviou para o fundo das redes, empatando o embate em 1 a 1. No lance, o atacante do Coxa chocou-se com o zagueiro Gum, o que gerou um pouco de preocupação, porém, tudo ficou bem com os atletas.

O lance do gol fez o Coritiba enxergar a dificuldade aérea que o clube alagoano tinha. Rafinha tentou dois cruzamentos aos 16 minutos e por pouco Waguininho não finalizou no gol. Uma boa chance só apareceu para o CRB com 22 minutos. Val falhou feio no domínio e deixou para que Diego Torres fizesse uma bela jogada. O meia lançou para Pablo Dyego, que de forma displicente finalizou mal, desperdiçando uma bela chance.

Pablo Dyego até tentou recompensar com um lance mais perigoso. Com 29 minutos o atacante estourou um petardo de muito longe, obrigando Wilson a defender de maneira magnífica. Com 31 minutos, um lance bem parecido. Diego Torres foi quem tentou e novamente Wilson espalmou para salvar o Coritiba. A pressão seguiu e aos 34, Alexandre finalizou de fora da área, por cima do gol.

Equipes tiveram segundo tempo equilibrado e gols vindos pelo alto – Foto: Ailton Cruz

Quem acertou no gol mesmo foi o Coxa. Aos 37 minutos aconteceu mais uma falha na defesa regatiana. Léo Gamalho recebeu um passe perfeito de Natanael, o centroavante cortou a marcação e chutou bem, entretanto, Diogo Silva fez uma defesa espetacular para salvar o Galo da Praia.

O duelo ficou apertado, com as duas equipes preocupadas defensivamente. O Regatas seguiu tentando pelo alto, porém, sofreu para conseguir finalizar. Negueba foi o fator surpresa do lado direito, com 45 fez uma jogada individual na boa, mas a defesa alviverde tirou o perigo. O CRB seguiu em cima do Coritiba, que nos acréscimos se retraiu de uma vez por todas. Diego Torres teve a possibilidade com uma falta aos 49, a bola rebateu no alto e Wilson fez a defesa, que decretou o final da partida, com 1 a 1 no placar.

Ficha técnica

CRB – Diogo Silva; Reginaldo, Gum, Caetano e Guilherme Romão (Alexandre); Claudinei, Jean Patrick (Wesley) e Diego Torres; Jajá (Emerson Negueba), Pablo Dyego (Alisson Farias) e Nicolas Careca. Técnico: Allan Aal.

Coritiba – Wilson; Natanael, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Val e Robinho (Waguininho); Rafinha (William Totó), Igor Paixão (João Vitor) e Léo Gamalho (Gustavo Bochecha). Técnico: Gustavo Morínigo

Cartões amarelos – Diego Torres (CRB); Alexandre (CRB); Gustavo Bochecha (Coritiba); Val (Coritiba)

Árbitro – Leandro Pedro Vuaden (CBF-RS)

Assistentes – Jorge Eduardo Bernardi (CBF-RS) e Jose Eduardo Calza (CBF-RS)

VAR – Daniel Nobre Bins (CBF-RS)

Assistente do VAR – Andre da Silva Bitencourt (CBF-RS)

* Gazeta Web

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter