No comunicado da Mancha Alvi Verde, a organizada destacou o ‘momento estressante’ às vésperas da final da Conmebol Libertadores, criticou o comportamento do atacante e pediu à diretoria que puna Luiz Adriano.

“Quem ele pensa que é? Estamos nos aproximando do dia de uma grande final no Uruguai, e tal atitude desse jogador só traz estresse sem necessidade. Exigimos uma retratação do jogador para com seus torcedores que pagam seu salário.

Se um jogador faz o tal gesto para torcida adversária, ele é punido dentro de campo (cartão amarelo ou, dependendo da gravidade, vermelho) e esperamos que a diretoria do Palmeiras dê uma punição ao mesmo.

Luiz Adriano, presta atenção, muito respeito com a torcida do verdão!!!”

O centroavante tem tido uma relação tumultuada com boa parte da torcida. Além da temporada bem abaixo que vem fazendo, com apenas cinco gols em 32 partidas, Luiz Adriano se envolveu em algumas polêmicas ao longo do ano. A mais recente delas foi a de xingar um torcedor durante um aquecimento da equipe, no Allianz Parque.

As cenas viralizaram nas redes sociais, e o atacante pediu desculpas, mas exigiu também respeito dos torcedores com seus familiares. “Um indivíduo começou a xingar a minha família, filhos, e eu rebati com um xingamento, porque assim como qualquer pessoa, não admito que falem dos meus familiares que não tem nada a ver com isso. Aceito as críticas em relação ao meu futebol, mas não é legal quando ofende minha esposa, filhos e familiares”.

“Confesso que foi um momento de cabeça quente, e foi direcionado a uma pessoa e não a torcida do Palmeiras, que tenho um respeito, admiração e carinho enorme. Peço perdão sincero pela minha atitude, mas não posso aceitar ofensas envolvendo pessoas que amo. Luto e sempre lutarei por essa camisa. Treino sério. Não faço corpo mole como dizem por aí. Sempre entro em campo com muita vontade de vestir essa camisa”, disse em comunicado de sua assessoria de imprensa.

Fonte: ESPN