Anadia/AL

30 de novembro de 2021

Anadia/AL, 30 de novembro de 2021

CRB bate o Vitória no Rei Pelé, volta a sonhar com o acesso à Série A e seca adversários: 3 a 1

Por GyanCarlo

Em 22 de novembro de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
vvq

Ailton Cruz / Momento da comemoração do gol do CRB

Galo marcou com Renan Bressan, duas vezes, e com Pablo Dyego; agora o time regatiano soma 60 pontos e está na 5ª posição na tabela Fernanda Medeiros, Rafael Reis e Raphael Alves

O CRB não tomou conhecimento do Vitória e aplicou 3 a 1 em jogo na noite desta segunda-feira (22), pela Série B do Brasileiro, no Estádio Rei Pelé. Com isso, o Galo segue vivíssimo na luta pelo acesso à Série A e vai secar os adversários que estão próximos na tabela. Os gols do Galo foram de Bressan (duas vezes, um em cada tempo) e de Pablo Dyego, na etapa final. E o Rubro-Negro marcou com Fernando Neto, no 1º tempo.

Na próxima e última rodada (38ª) da edição deste ano da Segundona, o CRB se despede visitando o Operário, no domingo (28), às 16h, no Germano Krüger. E o Vitória vai receber o Vila Nova, também no domingo (28) e às 16h, no Barradão.

Jogadores do CRB comemoram o gol do Galo no comecinho do jogo – Foto: Ailton Cruz

1º Tempo

O jogo mal começou, ainda tinha torcedor chegando ao estádio, e o CRB conseguiu fazer um gol, aos 50 segundos. Após falha do goleiro na cobrança de falta de Bressan, que bateu direto e a bola foi morrer no fundo da rede. Um golaço: 1 a 0.

Aos 11 minutos o Vitória quase empatou com Fabinho, mas ele chutou em cima do goleiro Diogo Silva, que ficou com a redonda. O time baiano queria o gol e teve outra boa chance aos 14min. Raul Prata cruzou para David cabecear à queima roupa e ver a defesa de Diogo Silva. O gol estava maduro e, aos 16’ saiu. Fernando Neto roubou a bola no meio, deixou Claudinei na saudade e soltou a bomba, no ângulo, para empatar: 1 a 1.

Passando dos 20 minutos, o CRB parece que sentiu o gol. Ficou mais acuado e o Leão tinha mais a posse de bola e presença no ataque, além disso, o Vitória ganhava todas as bolas no meio de campo. Chegando aos 30min, o panorama do jogo não mudou: o Rubro-Negro seguia pressionando o Galo.

Em outra investida do Vitória, Fabinho mandou a pelota para Raul Prata na direita, que cruzou, mas nas mãos de Diogo Silva, aos 32 minutos. O CRB teve uma falta em seu favor, aos 36min. Bressan cobrou na área, mas ninguém conseguiu completar. Na sobra, Claudinei tentou de primeira da meia lua, mas pegou mal e a redonda foi para fora.

O duelo passava dos 40 minutos e tinham acontecido duas finalizações do CRB e dez do Vitória. A verdade era que o Galo errava muitos passes pelo meio. O 1º tempo foi encerrado sem nenhum acréscimo dado pelo árbitro. Assim, aos 45 minutos em ponto, a peleja foi encerrada, com o 1 a 1 no placar.

Momento do gol de empate do Vitória – Foto: Ailton Cruz

Etapa final

No 2º tempo, após um minuto e meio de bola em jogo, Diego Torres cobrou uma falta boa para o CRB, mas Lucas Arcanjo defendeu, livrando o perigo. Mas, aos 3 minutos, veio o segundo gol do Galo. Após bela jogada de Celsinho, o cruzamento foi na medida e Bressan só fez mandar para o gol, colocando o CRB de novo à frente no placar: 2 a 1.

O CRB se postava no seu campo, jogava muito atrás, só esperando a chegada do Vitória, que buscava espaços. Isso com a partida aproximando-se dos 20 minutos. O time baiano tinha pressa. Em cobrança de escanteio, aos 24min, a bola passou por todo mundo e sobrou para Fabinho, que tentou cruzar na área, mas mandou muito mal e bola foi direto para fora.

Aos 30 minutos, veio o terceiro gol do CRB. Diego Torres cobrou muito bem uma falta, Lucas Arcanjo fez bela defesa, mas soltou a bola e, na sobra, Pablo Dyego só fez empurrar para o fundo da rede: 3 a 1 no Rei Pelé.

O jogo passava dos 35 minutos e os dois técnicos já tinham feito várias alterações em suas respectivas equipes. Aos 37 minutos, Bruno cobrou falta na área e a defesa do CRB afastou parcialmente. Na sobra, a bola na pequena área e o Vitória fez o gol, mas a arbitragem deu impedimento. Passando dos 40 minutos, o CRB ainda tentava ampliar: Wesley arriscou o chute de fora da área, mas a bola resvala na defesa e saiu em escanteio.

Técnico Allan Aal comandou o time do Galo usando muletas – Foto: Ailton Cruz

Ficha Técnica:

CRB – Diogo Silva; Celsinho, Gum, Caetano e Romão; Claudinei, Jean Patrick, Bressan (Jajá) e Diego Torres (Wesley); Emerson (Reginaldo) e Nicolas Careca (Pablo Dyego). Técnico: Allan Aal.

Árbitro – Marcelo de Lima Henrique (RJ).

Assistentes – Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)

Quarto árbitro – Rafael Carlos Salgueiro Lima (AL)

VAR – Silbert Faria Sisquim (RJ)

Assistente do VAR – Emerson Luiz Sobral (PE).

Fonte: Gazeta Web

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter