Anadia/AL

1 de julho de 2022

Anadia/AL, 1 de julho de 2022

Polícia captura mais dois envolvidos no latrocínio de entregador na Feirinha do Tabuleiro

Por GyanCarlo

Em 23 de junho de 2022

uuui

Foto: Reprodução

De acordo com o delegado Fábio Costa, que coordenou a ação, contra a mulher, havia mandado de prisão preventiva expedido pelo Poder Judiciário. - 08:15

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prendeu uma mulher e apreendeu um adolescente por envolvimento no latrocínio contra o entregador Lucas de Lima Santos, de 27 anos, ocorrido no dia 1º de abril deste ano, na Avenida Maceió, por trás da Feirinha do Tabuleiro do Martins. Eles foram capturados no mesmo bairro, nessa quarta-feira (22).

De acordo com o delegado Fábio Costa, que coordenou a ação, contra a mulher, havia mandado de prisão preventiva expedido pelo Poder Judiciário. Já o menor foi apreendido após ordem de busca e apreensão da Vara da Infância e Juventude da capital.

O delegado também afirmou que a mulher presa é companheira de P.H.C., de 21 anos, que já está preso suspeito de ser o autor do tiro que matou o entregador. Já o adolescente é irmão dele.

As investigações apontam que P.H.C. combinou de praticar assaltos a pessoas que vendiam pelo OLX. A vítima tinha publicado um anúncio na plataforma para venda de um celular. De forma premeditada, junto com a companheira, o suspeito marcou com a esposa de Lucas na Feirinha do Tabuleiro, onde tudo aconteceu.

Imagens de câmeras de segurança mostraram toda a movimentação. No local acertado, a vítima e a mulher foram abordados pelo irmão de P.H.C. (um adolescente de 17 anos) e pela companheira do autor, que, convidou Lucas para um beco, sob a justificativa de que iria testar o aparelho. Na verdade, Lucas foi levado para uma emboscada.

Daí em diante, a gravação mostra que um homem, vestido com calça jeans, camisa azul e que usava um chapéu preto, vai ao encontro dos três.

O adolescente abordou Lucas e pediu o celular dele. A vítima teria negado e resistido entregar o aparelho, mesmo sob a ameaça de que iria ser morto. Como não atendeu, foi baleado por P.H.C na nuca quando tentava correr. Os três saíram do local, em seguida, tomando destino ignorado.

Fonte: TNH1