Anadia/AL

17 de agosto de 2022

Anadia/AL, 17 de agosto de 2022

Rússia pode romper relações diplomáticas com Bulgária e adotar ‘medidas drásticas’, diz embaixadora

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 1 de julho de 2022

cao

(Foto: Embaixada da Rússia na Bulgária)

As relações diplomáticas entre Moscou e Sofia podem ser rompidas devido à expulsão de funcionários russos da Bulgária, alertou a embaixadora russa no país do Leste Europeu. - 08:47

As relações diplomáticas entre Moscou e Sofia podem ser rompidas devido à expulsão de funcionários russos da Bulgária, alertou a embaixadora russa no país do Leste Europeu, Eleonora Mitrofanova.

Ao comentar possíveis medidas em resposta à decisão da Bulgária, que na terça-feira (28) anunciou a expulsão de 70 membros da missão russa por suspeita de espionagem, Mitrofanova afirmou que “até mesmo as relações diplomáticas podem ser quebradas”, durante entrevista à Televisão Nacional da Bulgária (BNT, na sigla em búlgaro).

Segundo ela, Moscou “tomará medidas muito drásticas”. Em entrevista à Sputnik, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia afirmou que Moscou “dará uma resposta adequada” à expulsão de seus diplomatas.

Até o momento, a embaixadora enviou uma carta ao Ministério das Relações Exteriores da Bulgária exigindo que a expulsão fosse suspensa até as 6h (no horário de Brasília) do dia 1º de julho e aguarda uma posição.

O primeiro-ministro búlgaro, Kiril Petkov, que ainda está no cargo após a recente demissão do governo, confirmou que a probabilidade maior é de manutenção da decisão. Assim, no próximo domingo (3 de julho) um avião levará os diplomatas para Moscou.

De acordo com Petkov, a maioria dos funcionários da delegação russa expulsos trabalhava para os serviços secretos, usando as atividades diplomáticas como fachada.

O presidente da Bulgária, Rumen Radev, porém, convocou uma reunião de governo sobre o tema.

“Essa decisão deve responder aos desafios da segurança nacional e aos interesses de longo prazo da Bulgária e dos milhares de cidadãos búlgaros que vivem na Rússia. É inadmissível deixá-los sem representação diplomática”, disse Radev.

Segundo o presidente búlgaro, as decisões associadas à segurança da Bulgária devem levar em conta os riscos de uma escalada nas relações com a Rússia e suas consequências econômicas.

Fonte: Brasil 247