Anadia/AL

17 de agosto de 2022

Anadia/AL, 17 de agosto de 2022

Jerominho é morto a tiros em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio; ação durou 44 segundos

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 5 de agosto de 2022

whatsapp-image-2022-08-04-at-17.38.06.jpeg

Jerominho é socorrido após ser baleado Foto: Reprodução

Por Camila Araujo, Luiz Ernesto Magalhães, Natália Oliveira, Paolla Serra, Rafael Soares e Roberta Souza | 15:39

Jerônimo Guimarães Filho, o Jerominho, foi baleado e morto na tarde desta quinta-feira (4) em Campo Grande. Fundador do maior grupo miliciano do estado, o ex-vereador pelo Rio foi alvo de tiros na Estrada Guandu do Sapê e socorrido para o Hospital Oeste D’or, mas não resistiu. O cunhado de Jerominho, identificado como Mauricio Raul Atallah, também foi baleado e socorrido pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Municipal Rocha Faria. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, ele segue internado em estado grave.

Fundador do maior grupo miliciano do estado, o ex-vereador pelo Rio foi alvo de tiros na Estrada Guandu do Sapê
Fundador do maior grupo miliciano do estado, o ex-vereador pelo Rio foi alvo de tiros na Estrada Guandu do Sapê Foto:  Reprodução

De acordo com testemunhas, Jerominho foi baleado por três homens com fuzil que passaram atirando de dentro de um carro da marca Cobalt, pouco antes das 16h. O crime aconteceu na frente do centro social que o ex-vereador mantém no bairro. Ele havia acabado de sair do local, acompanhado pelo cunhado, quando foi surpreendido pelo bando armado.

A Polícia Militar informou, por meio de nota, que “na tarde desta quinta-feira (4/8), o ex-parlamentar Jerônimo Guimarães Filho foi atingido por disparos de arma de fogo na Estrada Guandu Sapé, em Campo Grande”. A nota diz ainda que “a vítima foi socorrida ao Hospital Oeste Dor, onde não resistiu aos ferimentos” e que “um segundo homem também foi atingido na ação e socorrido ao Hospital Municipal Rocha Faria.”

O policiamento foi intensificado em alguns pontos da Zona Oeste, reduto eleitoral do ex-vereador.

A Polícia Civil informou que a morte de Jerônimo Guimarães Filho está sendo investigada pela Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) e que agentes estão em diligências para identificar os autores do crime.

* Extra