Anadia/AL

17 de agosto de 2022

Anadia/AL, 17 de agosto de 2022

Tecnologia e inovação impulsionam negócios em Alagoas

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 6 de agosto de 2022

Inovacao_e_tecnologia.2e16d0ba.fill-1120x700

Inovação e tecnologia têm lugar garantido no palco do Trakto Show, que ocorre em Maceió, entre os dias 18 e 20 de agosto -

Especialistas falam sobre experiência de mercado e como novos recursos ajudam a escalar empreendimentos | Maylson Honorato | 16:22

Empreendimentos que não investem em tecnologia e inovação correm o risco de perder cada vez mais espaço no mercado e até de fechar as portas. Esse diagnóstico é unanimidade entre especialistas da área e serve tanto para as pequenas empresas quanto para as médias e grandes organizações. Em Alagoas, empreendedores que entenderam isso anos atrás, hoje colhem os frutos do investimento em inovação e explicam como a tecnologia está ajudando a escalar cada vez mais negócios no estado.

Carlos Lima, fundador e CEO da id5, empresa alagoana que atua na transformação digital de outros empreendimentos, afirma que negócios de todos os tamanhos e segmentos podem aproveitar as inovações tecnológicas e obter resultados positivos. O caminho, segundo ele, é de dentro para fora, fazendo da inovação um pilar estratégico e definitivo em seu modelo de negócio.

“Ou as empresas apostam em inovação e se adequam a uma nova economia, ou ficarão em uma economia que não existe mais”, diz Carlos Lima. “Qualquer que seja o negócio, você não pode mais gerir sem processos, sem uma cultura que acompanhe os avanços tecnológicos. Muitas pessoas são agarradas a verdades antigas, mas é fundamental que as empresas se organizem para o futuro”, defende o empresário.

Uma empresa alagoana que escalou seu negócio a partir da tecnologia foi a FrutiVer, que atua no comércio de frutas, verduras e outros alimentos. O empreendimento poderia ter sofrido ainda mais com a pandemia de Covid-19, em 2020, e até fechado as portas, como as mais de 1,4 milhão de empresas que quebraram, do início da crise sanitária até o final do ano passado, de acordo com o governo federal. O que aconteceu, no entanto, foi o contrário.

Há 23 anos no mercado de inovação e tecnologia, Carlos Lima é um dos palestrantes do Trakto Show 2022 – Foto: Reprodução

“A Frutiver é um cliente que trabalha com atacado de frutas e verduras, mas já estava desenvolvendo conosco um e-commerce para o usuário final. Ele já tinha isso estruturado quando a pandemia iniciou”, explica Carlos Lima. “É um grande exemplo de como estar em dia com a inovação e a tecnologia dá aos negócios a possibilidade de crescimento e o torna mais sólido, no sentido de se adaptar ao que pode acontecer”, continua o especialista.

“Com o negócio pronto, a FrutiVer conseguiu, não só manter o negócio funcionando, mas garantir uma nova clientela, conquistar um público que até hoje prefere adquirir suas frutas e verduras pela internet”, completa.

Carlos Lima é um dos palestrantes confirmados no Trakto Show, evento que ocorre entre os dias 18 e 20 de agosto, em Maceió, e reunirá mais de 100 nomes nacionais e internacionais para falar justamente sobre tecnologia e inovação para negócios. Lideranças como Walter Longo, especialista em inovação e transformação digital; Luiz Candreva, head de inovação da Ayoo; e Leandro Neves, CEO da Weni, startup alagoana que atua na área de tecnologia, são alguns outros nomes confirmados no evento.

“Alagoas está em um momento de efervescência em tecnologia. Estamos hoje, a id5, no recém-inaugurado Centro de Inovação. Aqui tem startups com dez anos de formação, como a Weni, a própria Trakto. São projetos que nasceram a duras penas, quando era ainda mais difícil do que é hoje. E foi esse olhar para o futuro e a adequação aos novos tempos e tecnologias que mudaram o mercado em Alagoas”, diz Carlos Lima.

De acordo com Jorge Henrique, co-fundador e head de tecnologia da startup alagoana Trakto, as tecnologias estão revolucionando o mercado, principalmente a forma como se vende e se prospecta a clientela. Muitos empreendedores só viram que essa mudança era para valer durante a pandemia, na marra. Muitas perderam enquanto poderiam ter lucrado. Para ele, o que alguns empresários não entendem é que a tecnologia tem ajudado a escalar todos os tipos de negócio, a partir de investimentos consideravelmente menores que os resultados alcançados com inovação.

“Não se pode separar a tecnologia do empreendedorismo. Não dá para andar separado. Precisamos saber, principalmente, como usar ferramentas, as redes sociais. Quem não está nas redes sociais, não está vendendo. É o ponto-chave”, defende, explicando que isso passa por uma mudança de mentalidade.

Na plataforma de design da Trakto, que facilita a produção de conteúdo de forma inteligente, a startup incorporou uma inteligência artificial para auxiliar os usuários, a Bella. O CEO da Trakto, Paulo Tenório, diz que a IA é capaz de fazer o trabalho de uma hora em um minuto.

“A Bella produz todo tipo de arte para as redes sociais. Materiais, discurso de vendas, e nada é copiado, é original. Você dá informações e ela te ajuda a produzir. E são produtos como esse, como a Bella, que, no dia-a-dia, fazem a diferença, que fazem as empresas focarem no necessário, nas estratégias, no relacionamento com o cliente, deixando essa parte com a tecnologia”, explica.

“Isso tudo faz com que o empreendedor se aproxime de outras pessoas e aumente o potencial do negócio. Existem diversas plataformas que auxiliam o empreendedor, uma delas é a Trakto, através da Bella. O Instagram tá ai, o Google também, nos mostrando diversas tendências”, complementa Jorge Henrique.

TRAKTO SHOW

No palco do Trakto Show, inovação e empreendedorismo têm espaço garantido. No evento, cinco palcos e arenas operarão de forma simultânea, com temas específicos como metaverso, criatividade e design, negócios e inovação, sociedade, futuro, crescimento, entre outros. A expectativa é integrar conteúdo de alta qualidade para empresas e profissionais, inovações impactantes, negócios, tecnologia, arte, música e experiências surpreendentes para os mais de 6 mil participantes que são esperados.

Haverá, ainda, um espaço para que empreendedores apresentem ideias de inovação que ajudem a escalar negócios, quando as startups locais poderão defender seus projetos e prospectar investidores, que também estarão presentes no evento. Segundo a organização, trata-se de um momento para compartilhar ideias, fechar negócios e continuar investindo em inovação.

* Gazeta Web