Anadia/AL

15 de abril de 2024

Anadia/AL, 15 de abril de 2024

Filho de Gal explica pedido de exumação do corpo e ataca Wilma: ‘Víbora’

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 1 de abril de 2024

vv2

Imagem: Reprodução/Globoplay

Exumação do corpo

Os dois comentaram o pedido de Gabriel para exumar do corpo da mãe. A ideia do jovem de 18 anos, segundo a advogada Luci Vieira Nunes, é levar os restos mortais da cantora de São Paulo para o Cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro.

A advogada do rapaz já negou que a exumação seja para investigar a morte da cantora, mas ele afirmou “quer ter certeza” da causa. “Eu só quero ter certeza que é realmente a parada cardíaca, entendeu? Por que foi tudo muito repentino.”

Eu não sei do que ele está desconfiando, se ele acha que eu matei a mãe dele? Que eu matei Gal?”questionou Wilma

Dia da morte

Wilma diz por que não falou sobre o motivo da morte de Gal assim que a cantora morreu. “Quantos morrem e as pessoas não sabem o motivo? Gal não queria.”

Wilma falou sobre o dia da morte de Gal. “Foi muito triste. Ela foi diagnosticada com câncer, o médico fez uns exames, disse pra gente tirar o cisto. Depois da sessão de quimioterapia, ela chegou super enjoada. Cheguei no quarto, ela olhou pra mim com os olhos tristes, meio ofegantes. Ela disse que estava com muito frio. Ela ficou quietinha, encolhida.”

Gabriel conta sua versão do dia. “Fui no quarto da minha mãe dar boa noite pra ela e a Wilma disse que ela não estava bem e que já tinha dado o remédio pra ela.”

Ela deitou a cabeça no ombro e disse: ‘Vai ser assim. Você vai ficar comigo até… Não sei mais viver sem você.Wilma Petrillo

Gabriel detalha o dia. “Umas 4 e meia, 5 horas, a Wilma me chamou pra ajudar a botar minha mãe na cama. Ela estava entre a cabeceira e a cama. Fui chamar ela, vi que ela não estava respondendo e fiquei desesperado. Ela estava começando a ficar fria e pálida. Liguei para a ambulância, me falaram uns processos, eles me instruindo”.

Ele diz ainda que o serviço chegou, viu manchas no corpo de Gal e contou que o coração dela havia parado de bater.

Gabriel conta que começou a chorar muito. “Não sei o que aconteceu mais. Minha mãe ficou na cama dela, morta, até o dia de ser levada para o sepultamento.”

Wilma conta porque não deixou que a autópsia no corpo fosse feita. “Lembrei que a gente tinha visto na TV um programa sobre necropsia e autópsia e Gal disse: ‘Deus me livre se um dia eu tiver que ir embora e alguém fazer isso comigo.”

Gabriel nega acreditar que Wilma esteja envolvida na morte, mas que quer saber mais sobre a morte da mãe. “Não teve autópsia, então não teve como saber se foi algo mais profundo.”

Relacionamento de Wilma e Gal

Gabriel disse que Wilma e Gal não tinham um relacionamento. “Elas tiveram um relacionamento bem breve. Ela virou empresária da minha mãe, realmente. Elas começaram a morar juntas mas sem nenhum tipo de relacionamento além da amizade e trabalho.”

Wilma rebateu. “Não pode dizer que não seja um casal, a cumplicidade que nós tínhamos era muito grande, o amor maior ainda, eu sei que Gal me amava muito.”

Gabriel ainda diz que acredita que Wilma manipulava ela emocionalmente. “Minha mãe era uma pessoa muito boa e ela não conseguia deixar a Wilma, porque ela não tinha dinheiro para onde ir. Era um relacionamento tóxico em relação a tudo.”

Ele ainda diz que acredita que Wilma ficou perto dele apenas para poder ficar com uma parte da herança. “Minha mãe e única mãe era a Gal Costa.”

Wilma afirma que Gabriel está sendo manipulado pela atual namorada. “Ela está a fim que Gabriel seja herdeiro e ela administre os bens dele. Eu não culpo ele, sei que não é ele. É essa mulher.”

Gabriel ainda chama Wilma de “víbora” e “mercenária” e afirma que a empresária dizia que Gal tinha inveja dela.

Briga envolve disputa por herança

Wilma foi nomeada inventariante dos bens deixados por Gal no segundo semestre de 2023. À época, Gabriel ficou sob a guarda temporária da empresária, porque ainda não havia completado 18 anos.

Gabriel também recorreu à Justiça de SP para pedir a anulação de um documento em que reconhecia a união entre Wilma e Gal, quando tinha menos de 18 anos. A existência do processo foi confirmada à reportagem de Splash pela advogada do jovem.

Já em 2024, o rapaz entrou com um pedido de exumação do corpo da mãe. A advogada Luci Vieira Nunes, que representa o jovem, afirma que o pedido tem como objetivo levar os restos mortais da cantora de São Paulo para o Cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro. Wilma teria comandado o sepultamento de Gal na capital paulista, contrariando um desejo da cantora.

Em março, Wanessa Bispo, advogada de Wilma, afirmou que não há dúvidas sobre a causa da morte da cantora, que tratava um câncer na região do nariz. Ela ainda entrou com um pedido de reconhecimento da união estável entre a cliente e a artista.

*Redação com Splash/ Uol

Galeria de Imagens