Anadia/AL

15 de abril de 2024

Anadia/AL, 15 de abril de 2024

No 900° jogo de Gil, Carille pede que zagueiro repense aposentadoria e acha que rival errou ao dispensá-lo

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 1 de abril de 2024

Gil

Gil - Foto: Divulgação / Santos

Gil viveu um momento especial em sua carreira no último domingo. Além da fazer parte da vitória do Santos sobre o Palmeiras, por 1 a 0, na Vila Belmiro, pelo primeiro jogo da final do Campeonato Paulista, o jogador completou a sua 900ª partida no futebol.

No total, foram 99 jogos pelo Americano-RJ, 10 pelo Jaguaré, 43 pelo Atlético-GO, 101 com a camisa do Cruzeiro, 43 no Valenciennes-FRA, 134 pelo Shandong Luneng-CHI, 444 pelo Corinthians, 15 pelo Santos e 11 na Seleção.

Multicampeão no Corinthians, o zagueiro chegou ao Santos com a missão de recolocar o clube na Série A. Porém, ele já indicou que pretende se aposentar ao término desta temporada. O técnico Fábio Carille pediu em entrevista depois da vitória do Peixe que o atleta repense a decisão.

“Jogaram a maioria dos jogos. 14 jogos, só contra o Mirassol que não. Eles se completam, um é muito rápido, o outro mais experiente. Os últimos anos do Gil foram pesados, ele está muito com isso na cabeça (se aposentar). Mas vamos deixar passar, vamos respeitar a decisão dele. Ele está falando de ir até o fim do ano, mas vamos esperar para que ele possa, quem sabe, repensar e tomar a melhor decisão para a carreira dele”, disse o treinador do Santos.

Gil chegou à Vila Belmiro com um contrato de uma temporada, com opção de renovação por mais uma. Ele estava no Corinthians, mas foi dispensado pela nova gestão do clube, chefiada por Augusto Melo. Carille acredita que o Timão cometeu um erro.

“Acho que sim. É difícil falar quando você não participa do processo, creio que o Corinthians não imaginava perder o Veríssimo, penso isso. Teve que correr atrás do Gustavo Henrique e de outros para sustentar. É difícil de falar, mas é um jogador qualificados. Tem que ter sabedoria para se desfazer se jogadores que têm qualidade”, concluiu.

Gil atuou em todas as 15 partidas do Santos nesta temporada, sempre como titular. Ele deve voltar a campo no duelo de volta da final, marcado para domingo, às 18h (de Brasília), no Allianz Parque. O Peixe precisa de um empate para assegurar o título.

Redação com Gazeta Esportiva

Galeria de Imagens