Anadia/AL

21 de julho de 2024

Anadia/AL, 21 de julho de 2024

Bolsonaro “brincou com a saúde do povo brasileiro”, diz Lula

No dia em que a PF decide indiciar Bolsonaro, o presidente critica o governo anterior pela gestão desastrosa da pandemia de Covid.

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 4 de julho de 2024

PLT - 1

Lula, CoronaVac e Bolsonaro (Foto: Ricardo Stuckert | Reuters | Marcos Corrêa/PR)

O presidente Lula (PT) participou nesta quinta-feira (4) de um evento de entrega de novas ambulâncias do SAMU em Salto, no interior de São Paulo, e criticou Jair Bolsonaro (PL) pela gestão da pandemia de Covid-19. As críticas do presidente aconteceram no mesmo dia em que a Polícia Federal decidiu indiciar Bolsonaro pela venda ilegal de joias e falsificação de cartões de vacinação.

O presidente lembrou dos ataques feitos ao SUS antes da pandemia, que evidenciou a importância do sistema universal de saúde: “e aí veio a Covid. E a Covid veio em um momento em que a gente tinha um governante irresponsável, que brincou com a saúde do povo brasileiro. E quem é que evitou uma desgraça maior nesse país? Foi exatamente a existência do Samu, as nossas enfermeiras, os nossos enfermeiros, os nossos funcionários, que muitos perderam a vida. Não foram poucas as pessoas que perderam a vida tentando salvar a vida de pessoas que nem conheciam”.

Sem citá-lo diretamente, Lula também apontou a responsabilidade de Bolsonaro por pelo menos metade dos 700 mil mortos pela Covid no Brasil. “É verdade que nós perdemos mais de 700 mil pessoas. É verdade que tem gente que tem responsabilidade pelo menos pela metade [das mortes]. Eu nunca vi na história da sociedade brasileira alguém receitar remédio sem a anuência dos médicos. Nunca vi alguém receitar remédio para malária para cuidar da Covid. Mas nesse país se inventou tudo e se contou tudo que é mentira. Graças a Deus prevaleceu a verdade e o SUS está aqui, orgulhoso de servir ao povo brasileiro”.

Redação com Brasil 247

Galeria de Imagens