Anadia/AL

13 de julho de 2024

Anadia/AL, 13 de julho de 2024

Calor extremo mata mais de mil muçulmanos na peregrinação a Meca

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 21 de junho de 2024

hp

Foto: Reprodução

Mais de 1.000 muçulmanos morreram de calor durante a peregrinação a Meca, na Arábia Saudita, informou o g1 nessa quinta-feira, 20. O calor extremo no Hemisfério Norte tem feito vítimas que seguem em peregrinação até a maior mesquita do mundo.

Segundo a publicação, os termômetros da capital da Índia, Nova Deli, registraram pelo 38º dia seguido a marca impressionante acima dos 40ºC. Na Itália, por exemplo, as temperaturas nas superfícies do Coliseu, Vaticano e da estação ferroviária Termini passaram o número de 50ºC.

“Na Europa, a preocupação mais imediata é com as Olimpíadas de Paris. Um relatório com a participação de cientistas e de seis medalhistas olímpicos alerta que os jogos podem ser os mais quentes da história. Segundo os pesquisadores, o calor acima da média poderá levar os atletas ao colapso ou, nos piores casos, à morte. Por isso, o relatório recomenda realizar competições em horários mais amenos do dia e reforçar medidas para hidratar e refrescar as pessoas. Os cientistas avisam que realizar as Olimpíadas durante o verão do Hemisfério Norte será quase impossível em um futuro próximo”, diz o portal.

Fonte: TNH1

Galeria de Imagens