Anadia/AL

13 de julho de 2024

Anadia/AL, 13 de julho de 2024

Judô: Brasil fecha o Grand Slam de Tashkent com apenas uma medalha

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 4 de março de 2024

vv2

Reprodução

Quem esteve mais perto de buscar uma medalha foi Giovanna Santos (acima de 78kg). Ela venceu a anfitriã, Nizomaddinova, por fusen-gachi e passou na segunda luta ao bater Nazgul Maratova, do Cazaquistão, por waza-ari. Na sequência, no entanto, acabou sofrendo uma imobilização de Hilal Öztürk, da Turquia, com uma arbitragem polêmica, que retirou um waza-ari da brasileira. Giovanna acabou perdendo o foco com a decisão e baixou a guarda para a adversário, que não perdoou.

Judô masculino

Já na categoria masculina, existia uma expectativa alta em cima do judoca Rafael Buzzacarini (até 100kg). Ele encontrou um adversário duro logo na primeira luta e acabou sendo derrotado nas punições para Shermukhammad Jandreev, do Usbesquistão.

Leonardo Gonçalves (até 100kg) foi outro a cair logo na primeira luta. Ele levou dois waza-ari e não foi páreo para Daniel Mukete, de Belarus, Já Giovanni Ferreira (até 90kg) comecou muito bem ao vencer Jalolidin Kutbonmurodov, de Ubequistão, com um lindo ippon, mas foi eliminado na segunda fase para o grego Theodoros Tselidis nas punições .

Por fim, Marcelo Gomes (até 90kg) venceu as suas duas primeiras lutas, frente Aram Grigoriam, dos Emirados Árabes Unidos, e de David Klamers, da República Checa, mas parou nas oitavas quando enfrentou o campeão mundial da categoria, Davlat Bobonov, de Ubesquistão.

Os judocas brasileiros voltam ao tatame entre os dias 18 e 19 de março para a disputa do Panamerican Open, em Medellín, na Colômbia.

*Redação com Gazeta web

Galeria de Imagens