Anadia/AL

13 de julho de 2024

Anadia/AL, 13 de julho de 2024

Lindbergh e Rogério Correia citam novos detalhes da PF no inquérito das joias: ‘Bolsonaro não terá pra onde correr’

"Bolsonarismo nunca mais", escreveu o deputado do PT-MG.

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 8 de julho de 2024

Politica

Montagem (da esq. para a dir.): Rogério Correia (PT-MG), Jair Bolsonaro (PL) e Lindbergh Farias (PT-RJ) (Foto: Agência Câmara e Agência Brasil)

O deputado federal Lindbergh Farias (PT-RJ) sinalizou que Jair Bolsonaro (PL) será preso após investigadores da Polícia Federal apontar desvios estimados em cerca de R$ 25 milhões em joias num esquema envolvendo o ex-mandatário. Em postagem na rede social X, o petista afirmou que o político da extrema direita “não vai ter pra onde correr”.
Por lei, joias enviadas por governos de outros países devem pertencer ao Estado brasileiro, e não podem ser incorporadas a patrimônio pessoal. De acordo com a PF, “os valores obtidos dessas vendas eram convertidos em dinheiro em espécie e ingressavam no patrimônio pessoal do ex-presidente da República, por meio de pessoas interpostas e sem utilizar o sistema bancário formal, com o objetivo de ocultar a origem dos valores”.

O deputado federal Rogério Correia (PT-MG) também repercutiu o assunto e pediu que Bolsonaro não volte mais para a política. O ex-mandatário já está inelegível por fake news em relação ao sistema eleitoral. “Ladrão de joias e genocida! Bolsonarismo nunca mais!”, afirmou o petista.

Redação com Brasil 247

Galeria de Imagens