Anadia/AL

21 de julho de 2024

Anadia/AL, 21 de julho de 2024

Prefeitura do Recife recebe prêmio de política pública da ONU

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 19 de fevereiro de 2024

vv2

Rodolfo Loepert/ Prefeitura do Recife

A Prefeitura do Recife recebeu o Prêmio de Serviço Público das Nações Unidas como reconhecimento pela experiência dos Centro Comunitários da Paz (Compaz) da cidade. O projeto foi contemplado como iniciativa que melhor contempla os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e excelência no serviço público. A premiação foi recebida na sala do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), pelo prefeito do Recife, João Campos (PSB), nesta sexta-feira (16), em Nova Iorque, nos Estados Unidos.
 Em sua fala de agradecimento pelo prêmio, o gestor se disse grato pelo destaque do Compaz no âmbito internacional.

“Recebemos o mais alto prêmio de política pública da ONU, que foi dado ao Compaz. E eu falo sobre esse prêmio aqui, na sala do Conselho de Segurança da ONU, local em que são tomadas as decisões mais estratégicas do mundo em relação à segurança. Que bom que o Recife optou pelo caminho certo – o caminho da paz, da igualdade, oportunidade… Que o Compaz siga crescendo no Recife e inspirando tanta gente no Brasil”, afirmou o prefeito João Campos.

O Prêmio de Serviço Público das Nações Unidas foi vencido pelo Compaz como iniciativa que melhor contempla os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e excelência no serviço público. Este equipamento da Prefeitura se enquadra nos requisitos da Agenda 2030 da ONU,  plano de ação global das Nações Unidas que reúne 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e 169 metas, criados para erradicar a pobreza e promover vida digna a todos, dentro das condições que o nosso planeta oferece e sem comprometer a qualidade de vida das próximas gerações.

Projeto

Ao todo, o Recife possui quatro Centros Comunitários da Paz (COMPAZ). Cada unidade está localizada em uma área periférica da cidade, identificada com alto índice de violência. São eles: o Compaz Governador Eduardo Campos (Alto Santa Terezinha), o Compaz Escritor Ariano Suassuna (Cordeiro), O Compaz Governador Miguel Arraes (Praça da Caxangá) e o Compaz Dom Hélder Câmara, no Coque.

Os equipamentos oferecem práticas esportivas, culturais e educacionais em primorosas obras arquitetônicas. É um espaço de convivência para todas as idades. Os Compaz são um celeiro de cidadania, onde se pratica a cultura de paz e não violência, através da oferta de várias atividades e serviços. Procon, CRAS, Mediação de Conflitos, Junta Militar, artesanato, futebol, basquete, vôlei e programação ativa nas bibliotecas de cada um são algumas das opções que os recifenses podem fazer. Tudo de graça e qualidade.

Rede da Unesco

Ainda na passagem pelos Estados Unidos, o prefeito do Recife, João Campos, anunciou que o Recife vai integrar um seleto grupo da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura): a Rede Global de Aprendizagem. A iniciativa foi criada na declaração de Pequim de 2013, tendo por foco a inclusão, a prosperidade e a sustentabilidade de cidades. Com isso, a Capital de Pernambuco se torna a primeira cidade do Norte e Nordeste a integrar a rede.

“Acredito que a educação desempenha um papel fundamental na vida de todos.  Uma saída para as desigualdades, uma saída para as oportunidades.  A educação alimenta o impulso em direção a um estado de bem-estar social”, disse o prefeito, considerando a possibilidade de centralizar as ações da Rede de Aprendizagem da Unesco tendo a educação como prioridade.

*Redação com Folha PE

Galeria de Imagens