Anadia/AL

21 de junho de 2024

Anadia/AL, 21 de junho de 2024

Alagoano: CSA apenas empata com o Murici e tem vaga no G4 ameaçada

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 17 de fevereiro de 2024

csa x murici

Foto: Reprodução - Ailton Cruz

Por Fernanda Medeiros

O CSA conseguiu apenas um empate sem gols com o Murici, em jogo na tarde deste sábado (17), e ficou com a vaga no G4 ameaçada. O embate foi válido pela 5ª rodada do Campeonato Alagoano, sendo disputado no Estádio José Gomes da Costa, em Murici.

Com este resultado, o Azulão segue como 4º colocado, com 7 pontos. E o Verdão soma 8 pontos, ocupando ainda a 2ª colocação na tabela. Mas ambos os times podem perder suas posições, com o fechamento dessa rodada.

Na próxima rodada (5ª) do Estadual, o time azulino terá como adversário o Penedense, mas desta vez no Rei Pelé, no sábado que vem (24), às 17 horas. E o Murici, por sua vez, vai encarar o ASA, fora de casa, ou seja, no Coaracy da Mata, em Arapiraca, também no sábado (24), mas às 16 horas.

CSA e Murici se enfrentaram neste sábado (17), pela 5ª rodada – Foto: Ailton Cruz

1º Tempo

O CSA começou o jogo tentando em um contra-ataque, aos 4 minutos. Niltinho arrancou, pela direita, e mandou a pelota na área do Murici. Mas Gustavo Xuxa deslocou Marabá e o árbitro deu a falta para os donos da casa. E o Murici respondeu aos 7min: após uma bobeira da defesa azulina, Morais deixou Lima de frente para o gol. Ele bateu forte e Deivity espalmou para escanteio, livrando o CSA do perigo.

Com 10 minutos de bola rolando, o duelo começou a ficar mais movimentado. Em jogada do Verdão, Lima recebeu na ponta direita, levantou na segunda trave e Ciel tentou cabecear, mas não conseguiu. Os jogadores do Murici ainda pediram pênalti, mas o árbitro não foi na onda deles e mandou o jogo seguir.

Chegando aos 15 minutos, o Murici tinha mais a bola, enquanto o CSA era um pouco mais lento, esperando mais o adversário, e falhava muito sobretudo o seu sistema defensivo. Aos 18min, de novo o Murici tentou, mas perdeu a boa chance, quando Lima arrancou pela esquerda, entrou na área azulina, mas bateu fraco e Deivity defendeu.


Foto: Ailton Cruz

Aos 20min, a chegada foi do CSA, pode-se dizer a primeira: Alisson Farias foi pela esquerda, puxou para dentro e bateu com força. Alexandre deu rebote e Kevin, sozinho, acabou mandando por cima do gol do Murici, perdendo a chance azulina. Aos 23′, foi a vez do Murici. Ciel pegou a sobra na entrada da área azulina, bateu de canhota e a bola passou perto, à esquerdo de Deivity, em tiro de meta.

Passando dos 25 minutos, o Azulão conseguiu achar mais espaços e quase abriu o placar aos 26′. Eduardo rolou para Rômulo, que recebeu livre e mandou um verdadeiro torpedo, de perna direita, mas viu a bola passar muito pertinho do gol de Alexandre, levantando a torcida azulina nas arquibancadas.

Aos 30min, o técnico Marcelo Cabo teve que fazer a sua primeira mudança no time, porque Rômulo sentiu dores na virilha e foi substituído por Tiago Marques. Aos 32 minutos, o Azulão teve uma falta em seu favor. Juninho Valoura cobrou, a bola foi até a segunda trave, Wellington Carvalho se esticou todo, mas não conseguiu tocar para o gol.

Nesse momento da partida, o time azulino tinha mais a posse de bola, mas o tempo passava e o Azulão não conseguia acertar. Aos 36min, em nova cobrança de falta, Juninho Valoura mandou na entrada da área, Wellington Carvalho tentou escorar, mas a defesa alviverde cortou, livrando o perigo.

A grande chance do CSA foi aos 40 minutos, mas Tiago Marques não conseguiu acertar o alvo quando recebeu cruzamento pela direita, cabeceou para baixo e a bola passou pertinho da trave direita de Alexandre. O Murici assustou um minuto após: Ciel recebeu livre de marcação, chutou forte e a bola tirou tinta da trave. Com os acréscimos, o 1º tempo foi até os 47′, quando o árbitro deu o apito final.

CSA se deu mal no jogo contra o Murici, com esse empate – Foto: Ailton Cruz

2º Tempo

No início do jogo, aos 4 minutos, o Murici teve uma boa chance com uma falta a ser cobrada. Mas Sabiá arriscou o chute do meio da rua e Deivity defendeu em dois tempos. Com quase dez minutos de jogo, quem tinha mais a bola era o CSA, mas faltava o toque final para que o Azulão pudesse assustar o Murici.

O Azulão estava ruim em relação à forma física de seus jogadores. Logo no início, aos 11 minutos, o goleiro Deivity sentiu a posterior da coxa direita, mas ainda seguiu em campo. E, aos 15 minutos, ele participou de uma jogada importante, evitando o gol do Verdão. Foi quando Everson aproveitou cruzamento da direita, cabeceou para baixo e o goleiro azulino defendeu, milagrosamente.

O tempo ia passando, chegando aos 20 minutos, e o placar não tinha se alterado, o que não era bom para nenhum dos dois times. Mais mudanças nas escalações, à essa altura, seguiram sendo feitas pelos treinadores dos dois times. Aos 22 minutos, em tentativa azulina, Alisson Farias levantou a bola na área do Murici, mas ninguém apareceu para finalizar.

O jogo se aproximava dos 25 minutos e o Murici não chegava assim com tanto ímpeto, enquanto o CSA pior: nem chegava e estava todo atrapalhado em campo. Aos 26min, em escanteio para o Verdão, Sabiá mandou na segunda trave, mas viu a bola passar por todo mundo e sair pela linha de fundo, em tiro de meta para o CSA.

Aos 28min, o time azulino tentou com Tiago Marques, que arriscou do meio da rua, mas mandou muito longe do gol de Alexandre. Marquinhos, do lado dele, ficou naquela bronca com a má jogada do companheiro. Um pouco depois, o goleiro Deivity, que aguentou o quanto pôde em campo, foi substituído no Azulão.

O tempo passava, chegando aos 40 minutos, e o jogo se tornou sem grandes emoções no segundo tempo de um confronto duro para as duas equipes. Aos 41′, Marquinhos puxou o ataque do CSA e foi derrubado no campo de defesa azulino. O árbitro apontou a jogada em favor do Azulão.

Aos 42′, em cobrança de falta para os azulinos, Juninho Valoura mandou a bola na área, Mayron cabeceou contra o próprio gol e ela bateu na trave de Alexandre. Por pouco não saiu o gol do CSA. Aos 46′, Alfredo foi pela direita, bateu cruzado e rasteiro, mas Fernando Castro salvou o Azulão. O árbitro deu 5 minutos de acréscimos e, aos minutos, a partida foi encerrada no José Gomes da Costa.

Dirigentes do setor de futebol do CSA (ao centro) parecem não acreditar na atuação do time – Foto: Ailton Cruz

Ficha Técnica

Murici – Alexandre; João Carlos, Marabá, Mayron e Erick; Mazinho, Lima (Tadeu) e Rodrigo Mucuri (Dinda); Morais (Sabiá), Everson Vó (Tarcísio) e Ciel (Alfredo). Técnico: Alyson Dantas.

CSA – Deivity (Fernando Castro); Eduardo, Wellington Carvalho, Eduardo Biazus e Kevin (Ricardo Sena); Marlon, Juninho Valoura e Gustavo Xuxa (Marcinho); Alisson Farias, Niltinho (Marquinhos) e Rômulo (Tiago Marques). Técnico: Marcelo Cabo.

Árbitro – Dênis Ribeiro Serafim (CBF/AL).

Assistentes – Rondinelle dos Santos Tavares (CBF/AL) e Esdras Mariano Albuquerque (CBF/AL).

Quarto árbitro – Massau Claudino do Nascimento Silva (CBF/AL).

Redação com Gazeta Web

Galeria de Imagens