Anadia/AL

22 de junho de 2024

Anadia/AL, 22 de junho de 2024

Alagoas é o terceiro estado com maior taxa de homicídios do Nordeste; Em 2024, Estado registrou primeiro trimestre menos violento desde 2012

Taxa | 12:23 hs

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 17 de maio de 2024

vv1

Alagoas24horas/Arquivo

Por: Laura Albuquerque

Com percentual de 35,30%, Alagoas é atualmente o terceiro estado com maior taxa de homicídios por 100 mil habitantes do Nordeste. Somente de janeiro a março deste ano, já foram registrados um total de 276 casos. Os dados foram obtidos por meio do levantamento da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), a partir de informações enviadas pelos estados e pelo Distrito Federal.

Entre os estados nordestinos, Alagoas fica apenas atrás de Pernambuco (41,90 %) e Ceará (36,25%), todos com uma taxa maior que a média do Nordeste, de 30,95%. Já os estados com as menores taxas são Sergipe (15,75%) e Piaui (17,24 %).

Segundo os dados da Senasp para Alagoas, em média, três pessoas foram vítimas de homicídio doloso todos os dias desde o início do ano até março. Desse total, 268 foram homens e 8 mulheres.

Após uma redução de quase 14% em 2021 (1.020), em comparação com 2020 (1.185), o número de casos voltou a aumentar em Alagoas, chegando ao total de 1.076 casos em 2022 e 1.096, em 2023.

Confira as taxas por estado do Nordeste:

Alagoas: 35,30;

Bahia: 31,99

Ceará: 36,25

Maranhão: 24,32

Paraíba: 26,57

Pernambuco: 41,90

Piauí: 17,24

Rio Grande do Norte: 20,59

Sergipe: 15,75

Cenário nas cidades alagoanas

Com 93 casos, Maceió é a cidade alagoana com o maior número de homicídios, com aproximadamente 33,7% do total registrado no estado, sendo seguida por Arapiraca, com 20 casos, e Rio Largo, com 10. Os dados também se referem ao período de janeiro a março de 2024.

De 2023 para 2024, em relação ao mesmo período do ano, a quantidade de casos de homicídios na capital alagoana aumentou em 9%.

O que diz o Governo?

A Secretaria de Estado de Segurança Pública de Alagoas (SSP/AL) alegou que, nos três primeiros meses de 2024, Alagoas registrou o primeiro trimestre menos violento desde o início da série histórica, quando os dados começaram a ser divulgados oficialmente pelo Governo, em 2012.

Segundo o órgão, houve uma redução de 54,2% no número de homicídios, feminicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, se comparado de janeiro a março do primeiro ano da série histórica, em 2012 (618 casos), com o registrado no mesmo período em 2024 (283 casos).

“Com o trabalho desenvolvido pelas forças policiais no combate à criminalidade, Alagoas seguiu diminuindo a violência, tanto que o mês de abril deste ano obteve o segundo melhor resultado desde 2012. Conforme dados do Núcleo de Estatística e Análise Criminal da Secretaria Estadual da Segurança Pública (Neac/SSP), foram registradas 91 mortes violentas intencionais (MVI). No comparativo com mesmo mês de 2023, quando tiveram 99 casos, há uma redução de 8,1%”, informa.

Por fim, a secretaria afirmou que entre as medidas para reforçar o trabalho contra o crime no estado estão a chegada de mais mil policiais militares, a formação de 150 bombeiros militares, que atuarão juntamente aos 423 policiais civis e científicos nomeados recentemente pela gestão, além de um concurso para preenchimento de 100 vagas de delegado da Polícia Civil.

*Redação com Cada Minuto

Galeria de Imagens