Anadia/AL

20 de junho de 2024

Anadia/AL, 20 de junho de 2024

Após ameaças, mulher é assassinada na entrada da casa da irmã em Maceió; ex-cunhado é suspeito

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 24 de maio de 2024

aaa

Foto: Reprodução

Uma mulher de 44 anos foi assassinada a tiros na entrada da casa da irmã e o principal suspeito dos disparos é o ex-cunhado dela. O crime foi cometido na Rua Belo Monte, no bairro de Jacintinho, em Maceió, nessa quinta-feira (23). O ex-familiar da vítima não foi encontrado.

Segundo o que foi passado pela irmã da mulher assassinada, e ex-companheira do atirador, o alvo do ataque era ela, pois o homem não aceitou o término do relacionamento e fez ameaças nas últimas semanas. A vítima de 44 anos também havia sido ameaçada pelo suspeito. Um boletim de ocorrência foi registrado anteriormente pela mulher.

“Ele disse pra minha irmã… Foi pegar minha irmã no colégio onde as próprias filhas de estudam e disse com a mão na cara dela dizendo que ia matar ela. Você tá sabendo que você vai morrer, né? Eu vou matar cada um da sua família e a sua irmã vai ser a última. De lá, minha irmã me ligou pra mim, que eu já não tava saindo de casa, já era minha irmã que tava pegando elas e botando no ônibus para minhas filhas irem pra casa porque eu já não tava saindo porque ele andava me seguindo. Ele já tinha contado comigo, já tinha feito um fake, falso, dizendo que eu era bandida”, explicou a irmã da vítima.

“Hoje ele matou minha irmã. Ele disse que ia a matar e ele matou, meu Deus. Ele matou minha irmã, ele vai matar. Se ele sair, ele vai matar minha família de uma por uma. Ele é um louco. Pelo amor de Deus, eu pedi ajuda minha gente. Minha irmã pediu ajuda à Polícia e não fizeram nada”, continuou desesperada.

A ex-mulher do assassino recebe neste momento auxílio de uma rede de apoio. A Polícia Civil de Alagoas vai abrir inquérito para investigar o crime para identificar o paradeiro do suspeito e buscar informações se o assassinato foi cometido com a ajuda de outras pessoas.

Quem tiver denúncias relacionadas ao caso pode entrar em contato com a polícia pelo número 181. A ligação é gratuita e o anonimato é garantido ao denunciante.

O QUE FAZER EM CASO DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA?

Se você está sofrendo violência doméstica, seja ela física ou psicológica, ou conhece alguém que esteja passando por isso, você pode pedir ajuda.

No número 180, é possível denunciar à Central de Atendimento à Mulher. Ela funciona em todo o país e no exterior, 24 h por dia. A ligação é gratuita. O serviço recebe denúncias, dá orientação de especialistas e faz encaminhamento para serviços de proteção e auxílio psicológico. O contato também pode ser feito pelo WhatsApp no número (61) 9610-0180.

A denúncia pode ser feita ainda às autoridades locais pelo 190 e nas Delegacias Distritais de sua cidade.

Já as Delegacias da Mulher podem ser procuradas em Maceió e em Arapiraca. Veja os contatos:

Delegacias da Mulher – Maceió

Mangabeiras:
Fone: (82) 98882- 9799
E-mail: deddm1@pc.al.gov.br
Funciona 24 horas

Salvador Lyra
Fone: 3315-4327
E-mail: deddm2@pc.al.gov.br
Funcionamento: 08:00 às 18:00 horas

Delegacia da Mulher – Arapiraca
Fone: 3521-6318
End: Rodovia AL 110, s/n, Bairro Jardim Tropical
E-mail: deddma@pc.al.gov.br

Sala Lilás Terminal Rodoviário de Maceió – Feitosa/ Maceió
Funcionamento: de segunda à sexta-feira,  das 8h às 18h
Atendimento por Whatsapp/ 24 horas:  9 8833 4250.

Fonte: TNH1

Galeria de Imagens