Anadia/AL

13 de julho de 2024

Anadia/AL, 13 de julho de 2024

‘Assassino de cidades’: grande asteroide passará pela Terra e será visível neste fim de semana

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 26 de junho de 2024

qa

urikyo33/Pixabay/Canaltech

Quem estiver com um par de binóculos simples neste final de semana poderá ver a passagem de um grande asteroide pelo céu. Astrônomos explicam que ele se aproximará mais da Terra do que a Lua e o trajeto não oferece perigo ao planeta.

Apelidado de “assassino de cidades”, o 2024 MK tem entre 130 e 280 metros de diâmetro. Para se ter uma ideia, o meteoro de Chelyabinsk, que causou vários danos em prédios e deixou milhares de feridos em 2013, era muito menor.

O asteroide passará a cerca de 296.000 km da Terra, uma distância que é considerada curta pelos especialistas e é mais perto do que a Lua, que está a 384.000 km do planeta

Os astrônomos já calcularam a órbita do objeto com precisão e garantiram que não há nenhum risco de colisão. A maior aproximação ocorrerá no dia 29 de junho, quando o objeto estará quase tão brilhante quanto Netuno.

Como ver?

O 2024 MK não ficará visível a olho nu, mas estará dentro do limite óptico de um par de binóculos de 7×50 ou superior (a numeração consta no corpo do produto). A maioria dos disponíveis no mercado a preços acessíveis possuem essa especificação.

Para encontrar o objeto, basta apontar os binóculos em direção ao Sul celeste, próximo à constelação de Escorpião, no início da noite de sexta-feira (28). O asteroide estará abaixo da super gigante vermelha Antares e à direita da brilhante Sargas.

Às 4h da madrugada de sábado, tanto a constelação quanto o 2024 MK estarão pousando a Sudoeste, mas o asteroide estará posicionado muito perto da estrela Shaula. Antes do amanhecer, ele já estará na constelação de Sagitário.

Observar o 2024 MK pode ser um tanto desafiador, mas Escorpião é uma das constelações mais fáceis de identificar nessa época do ano. A dica é começar cedo e usar os binóculos para encontrar a constelação e conhecer as estrelas nomeadas na imagem acima.

Quando estiver bem familiarizado com Escorpião, observe bem a região e procure pelo objeto em movimento. Embora o asteroide não pareça muito rápido, ele se deslocará em relação às estrelas. Por outro lado, os satélites são muito mais velozes e você pode encontrar alguns deles também.

Fonte: TNH1

Galeria de Imagens