Anadia/AL

19 de junho de 2024

Anadia/AL, 19 de junho de 2024

Atlético-MG atropela Cuiabá fora de casa e assume liderança provisória do Brasileirão

Vitória do Galo.

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 28 de abril de 2024

esporte 2

Foto: Reprodução / Pedro Souza - Atlético

O Atlético-MG conquistou uma importante vitória sobre o Cuiabá na noite deste sábado, por 3 a 0, na Arena Pantanal, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro , graças aos gols de Vargas, Gustavo Scarpa, de falta, e Paulinho, de pênalti. Com o resultado, o Galo foi a oito pontos e assumiu provisoriamente a liderança da competição.

Neste sábado o técnico Gabriel Milito preservou alguns de seus titulares, já que o Atlético-MG terá uma dura maratona de jogos nas próximas semanas. Nomes como Guilherme Arana, Jemerson e Battaglia começaram no banco. Hulk, por sua vez, sequer viajou para o Mato Grosso.

Enquanto o Atlético-MG assumiu a liderança provisória do Campeonato Brasileiro, o Cuiabá continua na lanterna da competição. Em três jogos o time mato-grossense somou três derrotas e precisa reagir urgentemente.

Galo domina o 1ºT

O Atlético-MG precisou de 12 minutos para abrir o placar na Arena Pantanal. Alisson foi derrubado dentro da área por Alan Empereur, e o árbitro marcou pênalti. Porém, após revisão do VAR, o lance foi anulado, já que o zagueiro do Cuiabá tocou na bola antes de atingir o adversário.

Mais tarde, porém, não teve jeito. Aos 28 minutos o– Atlético-MG cobrou falta rápido, Paulinho recebeu e cruzou na medida para Vargas cabecear no segundo pau, sem chances para Walter, abrindo o placar na Arena Cuiabá.

Antes do intervalo o Galo ainda balançou as redes novamente, porém, mais uma vez o VAR interveio para anular a jogada. Scarpa deu lindo passe para Alan Franco, que, dentro da área, cruzou rasteiro para o meio, encontrando Vargas, que finalizou dividindo com a defesa e marcou o gol. No entanto, após revisão, o árbitro anulou o lance por toque de mão do atacante chileno.

Vargas desperdiça grandes chances, mas Scarpa amplia

O domínio do Atlético-MG continuou no segundo tempo. Aos seis minutos os visitantes tiveram uma excelente oportunidade de ampliar com Vargas. Scarpa fez cruzamento na medida para o chileno, que cabeceou dentro da pequena área, desperdiçando um gol praticamente feito. Incrível.

Mais tarde, aos 14, Scarpa cobrou escanteio em direção à marca do pênalti, onde Vargas apareceu livre para finalizar de primeira, mas não pegou em cheio na bola, mandando para fora.

Se Vargas não conseguia balançar as redes mais uma vez, coube a Scarpa assumir tal responsabilidade. Aos 15, o meia cobrou falta rasteira, mandando a bola por baixo da barreira do Cuiabá e surpreendendo o goleiro Walter, que ainda se esticou para fazer a defesa, mas não alcançou, ampliando a vantagem do Atlético-MG no jogo.

Paulinho fecha a conta

Já na reta final da partida o Atlético-MG ainda teve tempo de marcar o terceiro gol. Pedrinho ajeitou de peito para Vargas, que foi atingido pelo zagueiro Marllon ao finalizar. Após revisão do VAR, o árbitro marcou pênalti. Paulinho foi para a cobrança e não desperdiçou, deslocando Walter para garantir a importante vitória do Galo fora de casa.

FICHA TÉCNICA
CUIABÁ 0 X 3 ATLÉTICO-MG

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Data: 27 de abril de 2024, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Lehi Sousa Silva (DF) e Daniel Henrique Andrade (DF)
VAR: José Cláudio Rocha Filho (VAR FIFA – SP)

Gol: Vargas, aos 28 do 1ºT, Scarpa, aos 15 do 2ºT, Paulinho, aos 32 do 2ºT (Atlético-MG)
Cartões amarelos: Maurício Lemos, Alan Franco, Bruno Fuchs (2), Igor Gomes (Atlético-MG); Matheus Alexandre, Alan Empereur, Denilson, Marllon (Cuiabá)
Cartão vermelho: Bruno Fuchs (Atlético-MG)

CUIABÁ: Walter; Matheus Alexandre, Marllon, Bruno Alves, Alan Empereur e Rikelme; Fernando Sobral (Lucas Fernandes), Denilson (Guilherme Madruga), Derik Lacerda e Clayson (Eliel); Pitta (Luciano Giménez).
Técnico: Luiz Fernando Iubel.

ATLÉTICO-MG: Everson; Saravia, Fuchs, Maurício Lemos (Igor Rabello) e Scarpa; Alisson, Otávio, Alan Franco (Pedrinho) e Zaracho (Igor Gomes); Paulinho e Vargas.
Técnico: Gabriel Milito.

* Gazeta Esportiva

Galeria de Imagens