Anadia/AL

25 de maio de 2024

Anadia/AL, 25 de maio de 2024

Atração do réveillon: JHC paga 800 vezes mais à Beija-Flor do que às escolas de samba de Maceió

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 1 de janeiro de 2024

img-20240101-wa0029

Prefeitura de Maceió gastos fim de ano - Foto: Reprodução/web

✨ Por Assessoria

A Prefeitura de Maceió anunciou diversas atrações para o réveillon 2023 na cidade. Entre os artistas e grupos que já se apresentaram na virada do dia 31 para o dia 1º ou que se apresentarão nesta segunda-feira, 1º à tarde, estão Mano Walter, Cavaleiros do Forró, Patrulha do Samba, Bell Marques, Beija-Flor e outras atrações com cachês mais baixos.

Os valores pagos a esses quatro artistas chegam a R$ 900 mil: Mano Walter, R$ 250 mil; Cavaleiros do Forró, R$ 150 mil; Patrulha do Samba, R$ 150 mil; e Bell Marques, R$ 350 mil. Pelo menos outros dois contratos somam mais R$ 100 mil. A FMAC (Fundação Municipal de Ação Cultural) não divulgou quanto custará a apresentação da Escola de Samba Beija-Flor, de Nilópolis, mas só de custos com passagens e hospedagem, as despesas devem ser superiores a R$ 100 mil.

A gestão do prefeito João Henrique Caldas, o JHC (PL), tem ampliado os gastos com atrações artísticas, apesar das críticas de adversários e até de processos no Ministério Público Estadual. Somente no São João de 2023, de acordo com reportagem do portal Metrópoles, a estimativa de gastos foi de R$ 20,24 milhões, quase o dobro do que foi gasto no ano anterior, quando a prefeitura desembolsou R$ 11,18 milhões.

Do total gasto no São João de 2023, R$ 8,8 milhões foram com cachês de shows, entre artistas como Ivete, Gusttavo Lima, Mano Walter e Luan Santana. O valor é praticamente o mesmo do patrocínio dado pela Prefeitura de Maceió à Beija-Flor, de R$ 8 milhões.

O pagamento à escola de Samba do Rio de Janeiro foi alvo de críticas, especialmente pela falta de incentivo a grupos locais. Três escolas de Samba de Maceió receberam da prefeitura no ano de 2023, juntas, R$ 71,5 mil. O maior valor foi para a Gaviões, R$ 41,5 mil. A Unidos do Poço recebeu R$ 20 mil e a 13 de Maio recebeu apenas R$ 10 mil, 800 vezes menos que a Beija-Flor.

Notificação

O prefeito de Maceió, João Henrique Caldas (PL), foi notificado por causa dos gastos com o São João de 2023. O documento de notificação foi assinado em 5 de junho pelo Ministério Público do estado e do trabalho, Defensoria Pública do estado e da união, além do Ministério Público de Contas.

Na notificação, os órgãos questionam os altos gastos com a festa de São João, enquanto há questões urgentes em outras áreas do município. “O dispêndio de recursos públicos com o evento junino apresenta-se desproporcional ao custo de políticas públicas”, diz trecho do documento. Segundo a notificação, o gasto com shows (R$ 8,84 milhões) no São João é cinco vezes mais que todo o orçamento para Assistência à Criança e ao Adolescente de um ano (R$ 1,67 milhões).

Beija-Flor

O patrocínio da Beija-Flor, anunciado em maio de 2023, recebeu críticas de grupos culturais e de políticos – incluindo aliados do prefeito JHC que se sentem desconfortáveis com o valor destinado à escola de samba do Rio de Janeiro, especialmente quando algumas pastas do município estão com orçamento muito menor, como é o caso da Secretaria de Habitação, que registrou despesas em 2023 de R$ 1,44 milhão, enquanto a Secretaria do Bem-Estar Animal teve gastos de apenas R$ 408 mil, a de Relações Federativas, R$ 733 mil, a Semaemi, R$ 1,6 milhão, a Secretaria de Juventude, R$ 582 mil, e da Pessoa com Deficiência, R$ 1,11 milhão.

O senador e ministro dos Transportes Renan Filho criticou no Twitter o dinheiro para a Beija-Flor: “Conflito de prioridades! Mais do que isso, um crime com as necessidades do povo maceioense! A prefeitura da capital vai gastar R$ 8 milhões pra fazer samba do Rio de Janeiro em pleno ano eleitoral”, disse.

“O São João já está na mira do Tribunal de Contas. É preciso impedir também essa farra carnavalesca com verba pública. Uma coisa é certa: ‘Pessoas mentirosas e dissimuladas até conseguem enganar as outras, mas com o tempo elas se enrolam nas próprias mentiras e a máscara cai’”, afirmou Renan Filho.

Muita coincidência

Não bastasse toda a crítica ao valor pago, adversários de JHC também avaliam como agravante o fato de um ex-assessor do prefeito, com quem ele trabalhou durante mais de 7 anos e é considerado um dos seus amigos mais próximos, ser diretor da Beija-Flor.

Trata-se de Patrick Correa de Oliveira Leite, que foi nomeado, em 7 de fevereiro de 2023, como secretário de Habitação do Rio de Janeiro. Três meses após a posse de Patrick na prefeitura do Rio de Janeiro – e que foi prestigiada por JHC – Maceió anuncia o patrocínio à escola de Samba na qual ele desfilou, no ano passado, como diretor.

Atração

A Beija-Flor de Nilópolis é um dos destaques confirmados para a festa de Réveillon em Maceió. A apresentação acontecerá em um trio elétrico nesta segunda-feira, dia 1º, às 15h, na Orla de Ponta Verde, com acesso livre ao público.

A escola promete um show com ritmistas da bateria Soberana, integrantes da ala das passistas, além da rainha de bateria Lorena Raissa e o premiado casal de mestre-sala e porta-bandeira, Claudinho e Selminha Sorriso. No Carnaval deste ano, a Beija-Flor homenageará a capital alagoana com o enredo “Um Delírio de Carnaval na Maceió de Rás Gonguila”.

Em seguida, o cantor Bell Marques assume o palco e puxa um trio elétrico a partir das 16h até as 21h, com percurso da praça Sete Coqueiros até a Enseada.

✨ Redação com Jornal de Alagoas

🇧🇷 Curta & Compartilhe✨
🇧🇷 Instagram & Facebook✨

Galeria de Imagens