Anadia/AL

16 de junho de 2024

Anadia/AL, 16 de junho de 2024

Avião bimotor é encontrado destruído com pelo menos dois mortos

Aeronave saiu de Governador Valadares (MG) com destino a Florianópolis (SC) na noite dessa segunda-feira, 3

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 4 de junho de 2024

xxpppp

Local por onde aeronave passou. Foto: Reprodução

Um avião particular que saiu de Governador Valadares (MG) com destino a Florianópolis (SC) caiu no fim da noite dessa segunda-feira (3/6). A aeronave foi encontrada destruída em uma área de mata na SC-415, entre Garuva e Itapoá, no norte de Santa Catarina. Pelo menos duas pessoas morreram.

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar, as buscas foram iniciadas por volta das 0h30min desta terça-feira (4). O avião teria tentado fazer um pouso em Joinville, arremeteu e acabou caindo na região.

O Aeroporto de Joinville informou que a aeronave não tinha pouso previsto para o aeródromo, mas o piloto chegou a fazer contato com a equipe de controle aéreo por volta das 18h de segunda-feira. Agora, as equipes estão dando apoio aos trabalhos de busca dos órgãos competentes

Os bombeiros também confirmaram durante a manhã de terça-feira que a aeronave foi encontrada destruída e que duas pessoas morreram.

De acordo com informações da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o avião é da empresa Conserva de Estradas, era um modelo Beech Aircraft de 1982, realizava serviços aéreo privado e estava com o Certificado de Verificação de Aeronavegabilidade (CVA) regularizado, com vencimento apenas para 2025.

As buscas

Além do Corpo de Bombeiros Militar, a Força Aérea Brasileira (FAB) também atuou nas buscas pelo avião mineiro. Foram usadas as aeronaves SC-105 Amazonas e H-36 Caracal.

A SC-105 Amazonas possui um radar capaz de realizar buscas sobre terra ou mar, com alcance de até 360 quilômetros. Um sistema de comunicação via satélite também permite o contato com outras aeronaves ou centros de coordenação de salvamento (Salvaero), mesmo em voos a baixa altura.

A aeronave ainda conta com um sistema eletro-óptico de busca por imagem e por espectro infravermelho. Isso permite realizar buscas pelo calor, permitindo detectar, por exemplo, uma aeronave encoberta pela vegetação ou uma pessoa no mar.

Já a H-36 Caracal é conhecida por sua adaptabilidade em diferentes cenários operacionais. Sua ampla cabine permite acomodar cargas variadas, desde equipamentos até suprimentos médicos. Essa flexibilidade possibilita que o helicóptero seja utilizado em uma ampla gama de missões, incluindo Evacuações Aeromédicas, resgate em áreas remotas e desdobramento de tropas em zonas de conflito.

— Dotado de sistemas avançados de navegação, comunicação e proteção, o H-36 Caracal é capaz de operar em ambientes desafiadores, proporcionando às tripulações maior segurança e eficiência. Seus motores e sistema de rotor sofisticado permitem voos de longa distância, velocidade operacional elevada e possibilidade de decolagem e de pouso em diferentes condições climáticas e locais. Além disso, o helicóptero possui capacidade para operações noturnas e recursos para utilização de sistemas de armas integrados, aumentando sua eficácia em missões de apoio tático — , informou nota da FAB

Fonte: Gazeta Web

Galeria de Imagens