Anadia/AL

21 de julho de 2024

Anadia/AL, 21 de julho de 2024

Bolsonaro fica parado em ato de trabalhadores rurais contra ele no Pará

Ato | 16:00 hs

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 2 de julho de 2024

vv1

Imagem: @depheliolopes/Divulgação/X

Por: Wanderley Preite Sobrinho

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) ficou parado em uma rodovia na Pará depois que um movimento social bloqueou a PA 275, perto de Parauapebas, a 721 km de Belém.

O que aconteceu

Protesto contra Bolsonaro durou duas horas. Entre as 10h e as 12h, agricultores familiares ligados à Fetraf (Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar) “realizaram um manifesto” contra “a chegada do presidente Jair Messias Bolsonaro ao município”.

Bolsonaro ficou parado por cerca de uma hora. A informação é do assessor do ex-presidente, o advogado Fabio Wajngarten.

O protesto, afirma a Fetraf, é contra o “descaso” do ex-presidente à agricultura familiar no Pará. “As lideranças se uniram para realizar um ato de protesto em sua recepção”, afirmou ao UOL a coordenadora estadual da Fetraf Pará, Noemi Gonçalves. Ela diz que “o fechamento do Ministério do Desenvolvimento Agrário e a interrupção da reforma agrária no estado [em seu governo]” foram os principais motivos para o protesto.

Assessor de Bolsonaro atribuiu o ato ao MST, que negou participação. No X, Wanjgarten postou que o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra bloqueou estradas no Pará. Entretanto, o protesto foi organizado pela Fetraf Pará, entidade ligada à CUT (Central Única dos Trabalhadores).

A Fetraf desejou ‘boas-vindas’ ao ex-presidente de forma simbólica e crítica. 

Noemi Gonçalves, coordenadora da Fetraf

O governo Bolsonaro foi o pior para a reforma agrária no Pará.

Noemi Gonçalves, coordenadora da Fetraf

Tour pelo Pará

Protesto perto de Parauapebas, no Pará
Protesto perto de Parauapebas, no ParáImagem: Fetraf/Divulgação

O ex-presidente está em atividade política no Pará desde o domingo (30). Primeiro ele passou por Belém, onde declarou apoio ao pré-candidato à prefeitura da capital, deputado Éder Mauro (PL). O político paraense se notabilizou por promover confusões e bate-bocas como parlamentar no Congresso.

Ontem (1º), Bolsonaro foi recebido por apoiadores em Marabá. Na cidade, ele ajudou a lançar a pré-candidatura do Delegado Toni Cunha (PL) à prefeitura local.

*Redação com Uol

Galeria de Imagens