Anadia/AL

13 de junho de 2024

Anadia/AL, 13 de junho de 2024

Cadáver encontrado em Joaquim Gomes é examinado pela perícia criminal

José Elinaldo da Silva de 43 anos foi encontrado sem vida com marcas de ferimentos na região da cabeça

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 11 de junho de 2024

lçc

Foto: Reprodução

O Instituto de Criminalística de Maceió foi acionado na manhã desta segunda-feira (10), para realizar uma perícia em um local de um achado cadavérico em Joaquim Gomes. Os primeiros levantamentos periciais, que ocorreu no bairro Antônio Celestino Lins, pode revelar detalhes potencialmente relevantes para a solução do caso.

José Elinaldo da Silva de 43 anos foi encontrado sem vida com marcas de ferimentos na região da cabeça, em uma estrada de barro, próximo a um ponto de mototáxi do conjunto habitacional das casas novas. Quando a equipe do IC chegou, encontrou a área isolada para preservar evidências antes que qualquer contaminação pudesse ocorrer.

O perito criminal Jailson Aquinos explicou que a área isolada foi meticulosamente examinada para coleta de todas as evidências. Todo o local também foi fotografado detalhadamente para definição da dinâmica do delito. Os resultados dessas análises serão cruciais para entender o que aconteceu e identificar os responsáveis.

“Durante o exame identifiquei que a vítima estava com ferimentos produzidos por projéteis de médio calibre. Ele apresentava perfurações na cabeça, pescoço, e braços.” Afirmou o perito criminal.

A polícia já sabe que José Elinaldo foi condenado em maio de 2023 pelo crime de tentativa de lesão corporal, crime ocorrido cinco anos antes (2018), mas, devido ao tempo cumprido em prisão preventiva, foi posto em liberdade após o julgamento. Moradores da região informaram que o crime pode ter acontecido por volta das 19 horsa do domingo, quando foram ouvidos estampidos semelhantes a disparos de arma de fogo.

Após a perícia criminal, o corpo encontrado foi encaminhado para o Instituto Médico Legal Estácio de Lima, em Maceió, para novos exames periciais. Mais uma vez a Polícia Científica, por meio dos seus Institutos, desempenhou um papel vital na investigação deste caso emblemático, visto que ele aconteceu e um lugar esmo.

Disque denúncia

As investigações para determinar as circunstâncias e a motivação do homicídio estão sendo realizadas pelo 110º Distrito Policial de Joaquim Gomes. A população também pode contribuir com o inquérito policial ligando para o disque denúncia, através do 181, ou procurando a própria delegacia.

Fonte: 7 Segundos

Galeria de Imagens